Copo de 3: Conversa na Adega com...

06 Janeiro 2006

Conversa na Adega com...

Mais uma novidade apresentada no Copo de 3, desta vez a secção onde vão ser entrevistados enólogos e responsáveis pelo vinho, são as pessoas que estão por detrás das garrafas, espero que gostem.
Para primeira entrevista, estive de conversa com Tiago Miguel Cuco Garcia, 28 anos, é enólogo residente da empresa Serrano Mira, Soc. Vinícola, S.A. de nome comercial Herdade das Servas desde, 2002, praticamente o ano de nascença da empresa. Licenciado em Enologia na UTAD, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em 2001. Posteriormente fez um estágio de 6 meses na Quinta do Carmo e no início de 2002 entrou nesta empresa onde segundo as sua palavras: « tenho a felicidade de trabalhar com «grandes» pessoas e fazer parte deste projecto ambicioso com objectivo de produzir vinhos de qualidade, queijos e enoturismo o qual pretende a pouco tempo ser um projecto de referência no Alentejo e em Portugal. »

- Copo de 3 : Como entraste no mundo do vinho ? E o gosto pela prova quando foi ?
- Tiago Garcia : Entrei no mundo do vinho por gosto…Quando chegou à altura de concorrer à faculdade pensei «já que gosto tanto de um bom vinho, porque não seguir essa carreira» e assim foi, concorri ao curso de Enologia em Vila Real, na UTAD e apesar de ser longe de casa, é o único sítio do país onde há essa licenciatura, arrisquei.
Fui lá muito feliz, terminei o curso e hoje posso dizer que cada dia que passa sinto mais «amor» pelo vinho. O gosto pela prova veio-se acentuando cada vez mais e hoje em dia sinto um prazer enorme quando estou a provar vinhos.

- Copo de 3 : Já alguma vez bebeste um copo de 3 ?
- Tiago Garcia : Já…e hoje até sinto alguma nostalgia…as tascas estão todas com tendência a desaparecer e foi em algumas tascas que tive o prazer de beber uns copos de 3.

- Copo de 3 : O que te levou a seguir enologia ?
- Tiago Garcia : Como já referi anteriormente foi por gosto…apesar de ninguém da minha família mais próxima estar relacionada com a área agrícola, o mundo da vinha e do vinho, mais propriamente, o do vinho sempre me fascinou e por isso decedi que essa era a carreira que devia seguir e felizmente em boa hora o fiz.

- Copo de 3 : É melhor provar sozinho ou em grupo ?
- Tiago Garcia : Eu prefiro em grupo…há sempre mais «discussão» no bom sentido e como se costuma dizer, «duas cabeças pensa melhor…» neste caso eu penso que na discussão da prova entre os vários provadores estamos sempre a aprender entre nós e estas «discussões» são sempre salutares. Mas também digo que há momentos em que gosto de me abstrair de tudo e provar sozinho e em que tiro as minhas próprias ilações em relação ao vinho em prova.

- Copo de 3 : Que opinião tens dos críticos nacionais ? E estrangeiros ?
- Tiago Garcia : Sobre a crítica estrangeira não me posso pronunciar muito porque não tenho muitas referências, mas sei que há grandes críticos internacionais e que têm hoje em dia uma grande importância no sector vinícola a nível mundial, nomeadamente o Parker e as Jancis Robison, só para dar 2 exemplos. Quantos aos nacionais acredito que há bons críticos e menos bons… Em Portugal penso que os críticos estão cada vez mais exigentes e penso que com razão pois sem qualidade não se vai a lado nenhum e hoje em dia o consumidor normal também está cada vez mais exigente e não pode haver lugar a erros.

- Copo de 3 : Qual a relação no teu ver de produtor/crítico ?
- Tiago Garcia : Penso que o produtor tem de ser cada vez mais critico nomeadamente em relação aos seus vinhos e sempre com criticas construtivas. O produtor nunca deve pensar que o vinho já esta bom…o objectivo tem de ser sempre a melhorar a qualidade e para isso é necessária a crítica, mas apesar de tudo criticarem-se primeiros eles próprios e só depois os outros.

- Copo de 3 : Achas a crítica de vinhos isenta e imparcial ? Porquê ?
- Tiago Garcia : Quero acreditar que sim…não digo que como em tudo não haja uma tendência para este ou para aquele, mas acredito que a crítica seja isenta e imparcial.

- Copo de 3 : Que vinho escolhias para beber agora ?
- Tiago Garcia : Essa é uma pergunta complicada…Mas penso que um Touriga Nacional, de preferência da Herdade das Servas !!

- Copo de 3 : Com que tipo de vinho te identificas mais ?
- Tiago Garcia : Penso que há alturas para tudo… Não quero aqui estar a referir que prefiro este ou aquele ou que me identifico mais com este ou o outro, por que dependendo das ocasiões faz-se a escolha, mas não posso negar que prefiro os tintos vigorosos, muito concentrados, com estrutura, com aromas delicados e persistentes.

- Copo de 3 : Existe o vinho perfeito ?
- Tiago Garcia : Penso que esse é o objectivo de qualquer produtor, mas a perfeição é uma coisa difícil em qualquer situação….principalmente nesta área em que é complicado fazer vinhos que seja perfeito para «gregos e troianos» mas trabalhamos sempre nesse sentido de conseguir atingir a perfeição.

- Copo de 3 : O nosso é que é bom ou lá fora também se bebe bom vinho ?
- Tiago Garcia : O nosso é bom…mas lá fora também se bebem muitos e bons vinhos, há países como a Espanha, o Chile, a Austrália, França... que têm vinhos de topo a nível mundial e que tive ocasião de provar alguns desses em que deu para confirmar a grande qualidade. Mas nós que temos a mania de criticar tudo o que é nosso, também temos grandes vinhos, penso até que temos alguns vinhos de topo a nível europeu e mesmo mundial.

- Copo de 3 : Achas que o vinho esta a ficar todo igual ? O que fazer para mudar ?
- Tiago Garcia : Penso que não… Cada produtor tem a sua filosofia, se bem que o objectivo seja agradar o consumidor final, mas não creio que o vinho esteja a ficar todo igual.

- Copo de 3 : O vinho está caro ?
- Tiago Garcia : Penso que houve uma altura em que houve uma grande especulação e realmente houve preços que estavam completamente exagerados, mas hoje em dia penso que esta tudo muito mais normal e até hoje em dia como se pode verificar, há muitos bons vinhos com grandes relações qualidade/preço.

- Copo de 3 : Enólogo que mais gostas ? De referência ?
- Tiago Garcia : Tenho uma grande admiração pelo Eng.º Nicolau de Almeida quer como pessoa, que tive oportunidade de conhecer e trocar umas palavras por diversas vezes e profissionalmente, pelos grandes vinhos que fez e faz no Douro, região pela qual também tenho uma grande paixão. Mas também tenho outras grandes referências, como por ex. o Eng.º Luís Duarte, com o qual tenho o prazer de trabalhar, o Eng.º António Saramago e o Eng.º Anselmo Mendes também são pessoas por quem tenho grande admiração.

- Copo de 3 : Melhor e pior vinho provado ?
- Tiago Garcia : Essa questão é sempre complicada…nunca gosto muito de falar sobre o melhor e o pior, porque há vinhos que podem ser grandes vinhos e por vezes pela situação em si ou por qualquer outro aspecto não nos pareceu tão bom, por isso prefiro falar no vinho que mais me deu prazer beber e que posso referir dois que me ficaram marcados, um Quinta do Zambujeiro 1999 e um Vinho Espanhol, o Calvário 2001 só para referir 2 entre muitos, mas estes ficaram realmente marcados, quanto ao pior prefiro não responder.

- Copo de 3 : Qual a garrafa mais cara que compraste ?
- Tiago Garcia : Penso que foi um Vintage da Taylors…o Vargelas 88.

- Copo de 3 : Quantas garrafas tens em casa ?
- Tiago Garcia : Devo ter aí umas 300.

- Copo de 3 : Com que castas gostas mais de trabalhar ?
- Tiago Garcia : Prefiro as castas nacionais, entre as quais destaco a Touriga Nacional que tem dado grandes resultados aqui na nossa empresa, mas também trabalhamos muito bem algumas castas internacionais, como por ex. o Shyraz e o Cabernet Sauvignon e plantamos este ano um pouco de Petit Verdot, que penso que é uma casta com grandes potencialidades, nesta zona do Alentejo. Quanto aos brancos sou muito apreciador da casta Alvarinho, Viogner, Semillon e o Antão Vaz que penso ser a casta branca de referência no Alentejo.

- Copo de 3 : Madeira ou inox ?
- Tiago Garcia : As duas, cada uma à sua maneira. Mas sempre preservando o vinho e a sua fruta.

- Copo de 3 : Monovarietal ou Lote ?
- Tiago Garcia : Penso que os vinhos de lote são mais «completos», mas também há grandes vinhos monovarietais, mas pessoalmente sou defensor dos vinhos de lote.

- Copo de 3 : Projectos de futuro ?
- Tiago Garcia : Continuar a fazer sempre melhor…Nunca estarmos satisfeitos connosco próprios e tentar fazer que o próximo seja sempre melhor que o primeiro… Nesse sentido apostamos sempre nas melhorias possíveis quer a nível da viticultura, quer a nível da Enologia, no sentido que o consumidor fique totalmente satisfeito. Apostar também no Enoturismo que penso ser hoje em dia uma «ferramenta» essencial para os que gostas deste mundo e que possam conhecer todos os passos que a uva dá até chegar ao copo onde é bebido, penso que é importantíssimo este sector para haver uma maior interacção produtor/consumidor.

- Copo de 3 : Achas que os vinhos como o DADO têm futuro ? Se sim , que região escolhias para associar com o teu ?
- Tiago Garcia : Penso que sim…São projectos interessantes, que quando bem estruturados e quando se juntam duas empresas de qualidade só pode dar bons resultados. Como já referi anteriormente tenho uma grande paixão pela região do Douro e por esse aspecto dava-me um gozo imenso fazer essa «parceria» com uma empresa de referência no Douro.

- Copo de 3 : No teu ver quem tem puxado pelo vinho do Alentejo para ser a máquina de vendas que se conhece ? Achas que no estrangeiro estamos bem representados ?
- Tiago Garcia : A CVRA tem feito um trabalho meritório e tem realmente dado uma grande ajuda na promoção dos vinhos do Alentejo, mas também vem dos grandes progressos que tem sido feitos no Alentejo em termos de qualidade quer na viticultura quer da enologia e hoje o Alentejo é reconhecido pela grande qualidade dos seus vinhos e com vinhos de grande relação qualidade / preço o que faz com que se note nas vendas a nível nacional.

- Copo de 3 : Depois dos resultados da CVRA de 2004 em que o Alentejo domina as vendas o que pensas ?
- Tiago Garcia : Penso que é o resultado da qualidade e do bom trabalho que se tem vindo a desenvolver tanto a nível da viticultura e da enologia no Alentejo e só nos podemos congratular por esses resultados e que continue assim por muitos e bons anos.

- Copo de 3 : Nao achas que temos demasiados produtores e demasiado vinho ? Como encaras o futuro ?
- Tiago Garcia : Penso que acima de tudo há que apostar na qualidade, e qualquer projecto ambicioso e com qualidade tem tudo para vingar no mercado, se há produtores a mais ou não, quem pode responder melhor a isso é o consumidor e isso irá reflectir-se… pois se não tiver qualidade não se irá vender e será posto de parte.

- Copo de 3 : Qual a tua opinião sobre cada uma das Regiões de Portugal ?
- Tiago Garcia :Alentejo – A minha eleita pela sua grande consistência na qualidade o expoente máximo em Portugal !!
Douro – A outra paixão… Região de Top com vinhos de grande personalidade
Minho – A frescura dos Verdes e alguns brancos com elegância.
Dão – Enorme potencial, tem melhorado muito, com grandes vinhos de guarda ou para consumir no ano.
Bairrada – A mãe da Baga e talvez a mal amada, que necessita que se entenda melhor porque por trás disso há um enorme potencial.
Estremadura – Vinhos com boa relação preço/qualidade com tendência a melhorar de ano para ano.
Terras do Sado – Moscatel por excelência, região onde melhor se trabalha o castelão e que quando bem trabalhado, dá vinhos que encantam.
Beiras – Um diamante em bruto que ainda tem muitas arestas por polir…mas com o tempo vai chegar lá…
Ribatejo – Com vinhos de Boa relação preço/qualidade, é uma região que quando trabalha para a qualidade e não para a quantidade consegue produzir grandes vinhos e alguns mesmo de referência.
Algarve – Com muito trabalho pela frente…
Madeira – Infelizmente não conheço tão bem quanto queria, mas sei que tem vinhos de sonho, de referencia mesmo a nível mundial.
Açores – quase totalmente desconhecida, mas com as suas características próprias, tem feito vinhos com reconhecimento.

- Copo de 3 : Um conselho para alguém que agora entra neste mundo ?
- Tiago Garcia : Que tenham paixão por este mundo…porque se tiverem tudo o resto virá naturalmente… mas que provem muito e que desfrutem em cada momento este maravilhoso mundo.

-Copo de 3 : Foi um prazer...

5 comentários:

O Restaurador disse...

Excelente entrevista!

Adorei e vou publicitar!

Saudações!

Anónimo disse...

Idem. Uma boa entrevista

Rui Miguel

Anónimo disse...

Gostei da entrevista.
Parabéns aos dois (Tiago Garcia e apreciador)e principalmente à Herdade das Servas por ter ao seu serviço este jovem enólogo.
Já provei o "Touriga" e está tudo dito.
Um abraço e bom trabalho.

Copo de 3 disse...

Caro Restaurador vai publicitar onde ?

Anónimo disse...

Sendo eu um "Rookie" nestas andanças, não como consumidor mas como apreciador, devo deixar aqui os meus parabéns pela entrevista/reconhecimento, de uma das equipas que produz vinhos de maior qualidade e irreverência(a custo moderado) no panorama nacional. Confesso que foi a pequena mensagem no rotulo de cada garrafa - "há mais filosofia numa garrafa de vinho, que em todos os livros!" - que me despertou este gosto e curiosidade pelos vinhos!
Continuem o bom trabalho!! Obrigado

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.