Copo de 3: Prova Virtual no Copo de 3

12 Fevereiro 2006

Prova Virtual no Copo de 3

Porque o vinho é factor de união e pelo facto de que à volta de um vinho se podem ter bastantes conversas, o Copo de 3 vai realizar a sua primeira prova virtual com o objectivo de se poder debater um vinho em conjunto com vários provadores em que cada um apresenta a sua nota de prova e dá uma opinião sobre o vinho... no final podemos comparar as ideias de cada um e tirar as devidas conclusões.
Penso que desta maneira todos ficamos a ganhar, desde os que agora começam a entrar neste mundo até aqueles que por ele já caminham.
Conto com a vossa participação:
O vinho escolhido é o VALLADO 2003 , é um vinho que se encontra com facilidade pelas nossas superficies comerciais ou mesmo nas garrafeiras... um vinho do Douro de um grande ano e que promete uma boa prova.
Depois das duas semanas, foram recebidos 9 comentários incluindo o do Copo de 3 que agradece a colaboração de todos os participantes o que que não impede de quem estiver interessado aqui colocar a sua nota de prova.
Analisando todas as apreciações enviadas podemos concluir que o vinho tinto Vallado 2003 se caracteriza por:
Tonalidade de concentração média/alta.
Fruta muito madura e de boa qualidade (frutos silvestres com as amoras em destaque), florais (esteva), derivados do estágio em madeira (cacau), balsâmicos (mentol).
Fresco de aromas e boca.
Leve adstringência.
Final médio.
Bom Douro.
16

11 comentários:

Frexou disse...

Vinho decantado cerca de uma hora antes e com a temperatura inicial de prova a 16º
COR: Concentrada e muito viva
Nariz: Frutos silvestres, principalmente amoras pretas e algumas compotas
Boca: Bastante forte na boca, com os taninos ainda presentes que me fez parecer que ainda poderá aguardar uns 2 anos, no entanto muito bom para já, com a fruta preta a predominar na boca garantindo final medio com esses aromas. Bom vinho
16,5

Beja disse...

Pouco entendo de vinho, mas entendi participar e tentar aprendar alguma coisa.
O vinho é muito escuro com um tom parecido com compota de amoras pretas, que também as tem no cheiro, parece que tem madeira verde e ainda flor de esteva. Quando bebi notei a boca um bocado seca e fresca ? Fiquei com o sabor na boca por um bom bocado.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Fiz a prova faz já algumas semanas. Bonita cor mas com transparências, falta a concentração que um 2003 merecia.
No nariz algum cassis e fruta madura de qualidade. Final curto/médio.
As melhores uvas terão ficado para o reserva, esse sim um vinhão.
Bom preço, em tudo o caso.

Nuno de Oliveira Garcia
Blog: saca-a-rolha.blogspot.com

Anónimo disse...

Provei o vinho várias vezes. É, de facto, um bom companheiro para o dia-a-dia. Boa fruta, final médio e com boa memória. Mas, pessoalmente, um pouco longe da colheita de 2000. Este sim, um Vallado!? Posso-vos dizer que, não há muito tempo, ele estava ainda em forma!

Rui Miguel

Anónimo disse...

Vinho com aromas a frutos silvestres, com boa estrutura, lágrima fina e rápida, nota-se bem os seus 14%, final médio, para beber já ou guardar mais algum tempo, irá arredondar.Boa opção qualidade/preço. 16

Pedro S.

Anónimo disse...

Curiosamente, abri uma garrafa no sábado passado, para acompanhar um Lombo de Porco Preto Adobado em Pimentão de Jaen e Ervas Aromáticas, acompanhado de Espargos cobertos de iogurte natural e azeite extra virgem arotizado de lima. Enfim, que mistura.

15 minutos de ar.
45 minutos de decantação.
Temperatura: 18º.
Rolha em boas condições.
Cpos: riedel (adequados e estreados).

Concentrado de cor, purpura com brilho; boa entrada, taninos vivos, fruta que se nota, pitangas muito maduras, acidez equilibrada, retronasais ricos (não ao nível do reserva que é um show) e que vão variando com a acomodação no copo; final muito agradável, médio / longo.

Agora, não vale comparações com o Reserva, nem com o 2000 (que acabei de adquirir mais 2 garrafas, a pouco tempo, na Napoleão.

Força Alentejano.

Abílio Neto

Pedro Sousa P.T. disse...

Ao abrir aroma a frutos silvestres, e até um pouco a cacau, ou manteiga de cacau Talvez lhe falte um pouco de corpo, mas muito boa cor. Nota-se a sua acidez. Acompanha muito bem carnes, e até uma peça de fruta como maçãs. Não esconde a região de onde vem. Um bom amigo para ter à mesa. Boa relação qualidade preço. Pedro Sousa

Margarida Pereira disse...

Cor ruby com toque violeta.
É agradável, rico em aromas, fresco com framboesa, amora e mentol.
Na boca é fresco no início e áspero no fim.
Um pouco caro para os 8€ que me custou.

M.P.

Vitor Silva disse...

O vinho foi decantado 30 minutos antes de ser servido a 14º que na temperatura ambiente chegava aos 18º
Destaque para frutos do bosque (bagas) alguns empireumáticos e toque balsâmico em fundo fresco.
Tânico na boca, fresco e com alguma fruta, de média persistência.
Tipicamente Duriense. 16,5

Copo de 3 disse...

O vinho foi decantado uma hora antes apresentando algum depósito.
De tonalidade granada com reflexos roxeados e de mediana intensidade, é um vinho que no nariz tem uma intensidade aromática média com fruta madura (framboesa, amoras, ) aromas frescos, ligeiro vegetal e algum floral (esteva), especiaria leve (pimenta, anís, baunilha) e aparecem com o tempo ligeiros aromas derivados do estágio em madeira (café, tabaco, torrado) ligeiro balsâmico de fundo (eucalipto).
Na boca mostrou-se fresco, com corpo médio/alto onde a fruta está presente, fresco na boca, com alguma especiaria (pimenta) e balsâmico a dar uma intensidade final média com alguma adstringência de uns taninos ainda por domar.
No final o álcool ainda que tímido, ainda diz presente.
Precisa de mais um tempo para afinar, dá uma boa prova apesar de ficar muito longe de anos como o 2000 ou o 1999.

PBrandão disse...

Cor vermelho escuro. Aroma floral, com alguma fruta preta e um toque suave de caramelo. Boca com acidez alta, morangos verdes e alguma sensação resinosa. Equilibrado e sem grandes agressividades, faz uma boa prova, a pedir acompanhamento gastronómico de algum peso.
Comentários : Decantar primeiro de preferência, deixar respirar pelo menos meia-hora. Se não for possível, provar, e deixar no copo igual tempo, acompanhando a evolução.
16

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.