Copo de 3: Prova Ibérica de Vinhos Alvarinhos

29 junho 2006

Prova Ibérica de Vinhos Alvarinhos

Prova Ibérica de Vinhos Alvarinhos.
Vinho Verde Alvarinho português foi o grande vencedor.
O vinho branco Quinta do Regueiro Alvarinho 2005 foi o grande vencedor da 1ª Prova Ibérica de vinhos Alvarinhos, realizada em Pontevedra nos dias 22 e 23 de Junho. Esta inédita prova internacional resultou de uma iniciativa conjunta da revista espanhola SOBREMESA e da portuguesa REVISTA DE VINHOS e realizou-se na sede do Conselho Regulador D.O. Rias Baixas, na cidade galega de Pontevedra. Estiveram em prova doze vinhos Alvarinhos portugueses da Região dos Vinhos Verdes e outros tantos Albariños produzidos na D. O. Rias Baixas, todos produzidos em exclusivo a partir desta famosa casta branca que atinge a sua maior expressão naquelas regiões do norte de Portugal e Espanha.
Alvarinhos portugueses e espanhóis.
Os vinhos em prova foram seleccionados pelas redacções das duas revistas que também escolheram o júri paritário de 12 elementos - seis de cada país, entre jornalistas, somelliers, compradores e outros especialistas - que procederam à avaliação dos vinhos pelo método de «prova cega» (as garrafas são encapsuladas de forma que o provador desconheça o vinho que está a avaliar). Esta iniciativa contou com o apoio e a colaboração empenhada do Conselho Regulador da D.O. Rias Baixas e será a primeira de uma série de provas a realizar a partir de agora a um ritmo anual, alternadamente num e noutro lado da fronteira delimitada pelo rio Minho. Pretende-se com ela sublinhar perante a opinião pública a relevância extraordinária desta casta branca, bem assim como a magnífica qualidade dos vinhos dela produzidos nos dois países, ao mesmo tempo que se reforçam laços de colaboração e conhecimento mútuo entre produtores e consumidores. Também está na mente dos organizadores a defesa e promoção externa de um património vitivinícola comum num mercado cada vez mais globalizado. Esta iniciativa decorre de outra experiência similar, já com dois anos de vigência, desenvolvida pelas mesmas revistas mas relativa à prova de vinhos do Douro (e Duero) e que reúne no mesmo espírito os melhores tintos produzidos nas duas regiões vitícolas ao longo do trajecto desse rio comum.
A classificação.
No final da prova dos Alvarinhos, retirados os anonimatos das amostras provadas, verificou-se que o vencedor absoluto foi o vinho português Quinta do Regueiro Vinho Verde Alvarinho 2005, produzido por Alzira de Castro Cerdeira Rodrigues, da sub-região de Melgaço, tendo atingido 92 pontos em 100 possíveis. O vinho vencedor, elaborado pelo enólogo Paulo Cerdeira Rodrigues, filho da proprietária, é obtido a partir das uvas da casta Alvarinho proveniente dos 3 hectares em socalcos que constituem a Quinta do Regueiro, no lugar do Coto, Alvaredo, concelho de Melgaço. Nesta colheita foram produzidas 20.000 garrafas e a marca existe deste 1999. Em 2º e 3º lugar ficaram outros dois vinhos portugueses e dois espanhóis: o Alvarinho Deu-La-Deu 2005 da Adega Cooperativa de Monção, de Monção e o Alvarinho Touquinheiras 2005, do produtor José Luís Araújo, Melgaço. Nos mesmos lugares, ex-equo, classificaram-se também os Albariños Laxas 2005 e Pazo de Señorans 2005, respectivamente, com 91 e 90 pontos. Os resultados completos da prova e a apreciação fundamentada de cada uma dos vinhos concorrentes sairão em simultâneo nas edições de Agosto das duas revistas.
Divulgam-se por agora os vinhos classificados nos primeiros 10 lugares:
Class.; Vinhos; País; Pontos
1º; Quinta do Regueiro 2005; Portugal; 92
2º; Deu-la-Deu 2005; Portugal; 91
2º; Laxas 2005; Espanha; 91
3º; Touquinheiras 2005; Portugal; 90
3º; Pazo de Señorans; Espanha; 90
4º; Granbazam Âmbar 2005; Espanha; 89
5º; Fillaboa 2005; Espanha; 88
6º; Martin Codax 2005; Espanha; 87
6º; Albariño de Fefinanes 2005; Espanha; 87
6º; Portal do Fidalgo 2005; Portugal; 87
7º; Solar de Serrade 2005; Portugal; 86
7º; Muros Antigos 2005; Portugal; 86
8º; Pazo de Berrantes 2005; Espanha; 85
9º; O Nogueiral 2005; Portugal; 83
9º; Albariño do Ferreiro 2005; Espanha; 83
9º; Soalheiro 2005; Portugal 83
10º; Nora 2005; Espanha; 82
O painel da prova de Alvarinhos / Albariños foi formado pelos seguintes provadores: Portugueses
- João Afonso, jornalista da Revista de Vinhos, autor de guias vinícolas e provador em concursos internacionais
- Luis Antunes, professor universitário, colaborador e membro do painel de prova da Revista de Vinhos
- Aníbal Coutinho, jornalista da revista Evasões, autor de guias de vinhos
- Luís Lopes, jornalista, director da Revista de Vinhos, provador em concurso de vinhos internacionais
- David Lopes Ramos, jornalista do diário Público, crítico gastronómico e de vinhos e colaborador da Revista de Vinhos
- João Paulo Martins, jornalista da Revista de Vinhos, autor de vários guias de vinhos, provador em concursos internacionais
Espanhóis
- Cristino Alvarez, escritor e jornalista de vinhos e gastronomia da Agência EFE e de La Voz de Galicia
- Jaime Bermudez, do Departamento Técnico do clube de vinhos Vinioseleccion, membro do painel de provadores da Sobremesa
- Guillermo Campos, jornalista de vinhos e gastronomia em diversos meios generalistas e especializados
- José Ramón Martinez, jornalista de vinhos e gastronomia, director da revista Sobremesa
- Ernesto Portuondo, jornalista de vinhos e gastronomia, chefe de redacção da revista Sobremesa.
- Kasia Romanska, somellier e comunicadora vínica, membro de painel de prova da Sobremesa.
.

5 comentários:

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

Enjoyed a lot!
fioricet Butalbital+buy fioricet addiction Cheapest fioricet online

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.