Copo de 3: PROVA Apegadas Quinta Velha 2004

12 Janeiro 2007

PROVA Apegadas Quinta Velha 2004

Desde Cidadelhe chega-nos um novo projecto, Quinta das Apegadas, Sociedade Agrícola, Lda., existe desde 2003, derivado do carinho muito especial que Cândida e António Amorim têm pela região.
Esta Sociedade conta com duas Quintas, Quinta das Apegadas, situada na freguesia de Cidadelhe, concelho de Mesão Frio, com cerca de 3,2 hectares dos quais 2 são de vinho totalmente reconvertida em 2002 com castas como Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Barroca plantadas em talhões estremes, a somar a isto, existem ainda algumas centenas de pés de Arinto, Fernão Pires e Avesso, sendo que as uvas desta quinta ainda não entraram na feitura dos vinhos da casa.
A outra Quinta, é a Quinta Velha, uma propriedade centenária, situada na margem direita do Douro, perto da Barragem de Bagaúste, são cerca de 6 hectares de vinhas velhas com a habitual mistura, domina a Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinta Roriz e Tinta Amarela. Nos 4 hectares restantes, de vinhas com 9 a 10 anos, encontramos Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz, a juntar existem ainda algumas centenas de pés de Códega recentemente plantados.
É desta última Quinta que sai o vinho agora provado:

Apegadas Quinta Velha 2004
Castas: Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinta Barroca, Touriga Nacional entre outras - Estágio: 12 meses carvalho Americano e Húngaro - 14,5% Vol.

Tonalidade ruby escuro de concentração média.
Nariz a mostrar boa intensidade com fruta muito madura, ligeira sensação de compota a remeter para alguma doçura, leve frescura com vegetal de fundo em companhia de ligeiro balsâmico e notas florais, casca de árvore, baunilha, arroz trufado com cacau, toffe, tabaco e fumo de fundo.
Boca com entrada de corpo médio/alto, cheio e a dar boa prova, com fruta presente ligeiramente compotado, taninos ainda presentes dando ligeira adstringência no final com anotamento balsâmico, boa persistência final.

Vinho bem desenhado, equilibrado e a dar uma boa prova, melhor no nariz que na boca, a seguir em futuras edições, preço a rondar os 10€
15,5

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.