Copo de 3: PROVA Vinhos Comenda Grande

14 fevereiro 2007

PROVA Vinhos Comenda Grande

Comenda: benefício que antigamente era concedido a eclesiásticos e a cavaleiros de ordens militares (Ordem de Malta, Templários...), mas que atualmente costuma designar apenas uma distinção puramente honorífica. No passado, podia remeter ainda a uma porção de terra doada oficialmente como recompensa por serviços prestados, ficando o beneficiado com a obrigação de defendê-la de malfeitores e inimigos.

A Comenda que venho falar situa-se perto de Arraiolos, vila famosa pelos seus magníficos tapetes mas também nos dias que correm pela qualidade dos vinhos que vê nascer, vinhos que dignificam a terra e as gentes, mas é mais propriamente em Vale do Pereiro, que se encontra o Monte da Comenda Grande de onde saem os vinhos Comenda Grande, nos cerca de 30 ha reinam nas castas tintas: Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet, Cabernet Sauvignon, Syrah, Alfrocheiro e Tinta Caiada, e nas castas brancas: Antão Vaz, Arinto e Verdelho.
Os responsáveis pelos vinhos é a dupla bem conhecida de outras paragens e que tanto sucesso já teve no passado, Professor Francisco Colaço do Rosário e o Eng. Francisco Pimenta, e a ver pelos resultados promete bastante:

Comenda Grande Tinto 2004
Castas: Trincadeira, Alicante Bouschet e Aragonês - Estágio: 1 ano em barricas novas e 6 meses de garrafa - 14% Vol.

Tonalidade granada escuro de média concentração.
Nariz a mostrar-se de boa intensidade, após um ligeiro químico que desaparece passado algum tempo o aroma rapidamente nos cativa e prende a atenção, ainda bem porque gosto sempre de vinhos que me digam algo de novo, aqui nota-se uma brisa morna e bem harmoniosa com notas de fruta fresca, compota ligeira, bem colocadas ao lado de notas de baunilha, elegante torrado que não se sobrepõe à fruta, tabaco, chocolate de leite, pitada de especiarias em floral de segundo plano com brisa fresca a dar frescura ao todo.
Boca de estrutura mediana, mostrando-se afinado e muito elegante, dá uma bela passagem de boca, macio e arredondado, fruto bem maduro com alguma especiaria, o final de boca médio e de boa persistência, mostra presença de alguns taninos ainda por sentar mas que com mais algum tempo acabam por encontrar o seu lugar.

Com um preço a rondar os 8€ é um vinho que deu uma bela prova, servido a uma temperatura de 16º foi acompanhada a sua evolução até aos 18º onde se revelou no seu melhor, tudo em grande forma e com notável qualidade, uma entrada com o pé direito de um novo produtor rodeado por uma equipa de luxo, que já deu provas da sua capacidade de produzir belos vinhos... este é mais um deles.
16,5

Comenda Grande Branco 2005
Castas: Antão Vaz, Arinto e Verdelho - Estágio: inox - 13% Vol.

Tonalidade amarelo citrino com leve reflexo dourado.
Nariz de boa intensidade com a frescura a dar presença imediata seguida de aromas cítricos (limão, toranja) e tropical com apontamento para ananás e anona bem maduras, lembra ainda alguma erva com componente floral muito sumida no fundo e acabamento de leve mineral.
Boca com boa entrada, boa estrutura com acidez presente a dar frescura de bom nível ao conjunto com alguma elegância, toque cítrico e algum vegetal, final de boca médio de boa persistência em companhia mineral.

Um vinho em que ao par mais famoso dos brancos Alentejanos se juntou a casta Verdelho, o conjunto não se mostra muito complexo nem exuberante, mas mostrou-se afinado e a dar uma prova agradável, tendo sido provado a uma temperatura de 10ºC que se revelou bastante acertada, o preço ronda os 6€
15

3 comentários:

Chapim disse...

Parece que temos tinto a provar...

Boas provas!

Copo de 3 disse...

Foi uma enorme surpresa, mas pela equipa de enólogos que tem como responsáveis, seria de esperar um vinho de qualidade, lembra outras paragens de outros anos...

Vinixá - Chás, Vinhos e Acessórios disse...

Provei este vinho há alguns dias atrás, e efectivamente mostrou-se um vinho extremamente agradável. É daqueles em que podemos quase "mastigar" tanto aroma, e por isso recomendo vivamente que o provem. Foi uma surpresa muito agradável, e creio sinceramente que será brevemente um caso de sucesso... Já agora, aproveito para informar que somos uma garrafeira em Sta. Maria da Feira. Temos este e muitos outros igualmente bons...

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.