Copo de 3: Dorado Alvarinho Superior 2005

15 Outubro 2007

Dorado Alvarinho Superior 2005

Que se tire da ideia que Alvarinho é vinho de Verão para se beber na esplanada, nada disso, o Alvarinho é um dos melhores exemplares no que toca a vinhos brancos feitos em Portugal, e o exemplar que se segue tem sabido marcar a sua posição desde que nasceu.
A adega foi construída no ano de 1995/96 mas não foi utilizada nem estreada até à aquisição da mesma em 2000 pela Quinta do Feital Sociedade Agrícola e Turismo, Lda. (empresa sede, proprietária de Quinta do Dorado).
Situada na aldeia de Paderne, em Melgaço no outro lado do Minho de Arbo em terras do Condado. A paisagem do vinhedo é dominada pela presença do antigo Mosteiro de paderne a sudoeste e pela própria adega a oeste. É daqui que sai o Dorado Alvarinho Superior aqui em prova:

Dorado Alvarinho Superior 2005
Castas: 100% Alvarinho - 13% Vol.

Tonalidade dourado, com reflexo citrino em média/baixa concentração.
Nariz de belo efeito, sente-se um vinho de aroma fresco com boa intensidade. Fruta branca bem madura com geleia de boa qualidade presente, por vezes lembra maçã assada com todo aquele açúcar por cima. Esse tal açúcar entre o tostado e o caramelizado que se sente muito suave, vagueando por entre toque citrino e algum chá preto, sem nunca colocar de lado a especiaria (pimenta branca). Tem um toque fumado no segundo plano desenvolvendo para um plano final uma presença notória de mineral.
Boca com entrada fresca e a mostrar um vinho bem estruturado, corpo elegante e de boa passagem de boca, fruta presente com leve melado/geleia. A especiaria marca também a sua presença, num todo afinado e sério, sente-se integro e sem falhas num final de recordação mineral com bela persistência.

É sem qualquer margem de erro um Alvarinho diferente, sério com personalidade própria e sem entrar em brincadeiras, um exemplar a provar com atenção devida e que tem corpo e presença para os mais altos requisitos gastronómicos. Pelo que mostra dá sinais de algum potencial de guarda (sim o Alvarinho desde que bem feito gosta de uma boa soneca). Preço a rondar os 13€
16,5

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.