Copo de 3: Herdade dos Grous 2004

12 dezembro 2007

Herdade dos Grous 2004

Não faz muito tempo que o grupo hoteleiro Vila Vita, se decidiu expandir para o Baixo Alentejo com um projecto auspicioso. Surge então a Herdade dos Grous, situada apenas a 17Km de Beja, bem perto da Albernoa, num herdade que conta com 70 ha de vinha, entre os quais 20% é de uva branca.
O vinho em causa invoca o nome da ave que dá pelo nome de Grus grus, mais conhecido como Grou, que se pode encontrar por terras do Alentejo durante o Inverno.
Com cerca de 1,20m de altura e 2,40m de envergadura, o Grou é uma ave de enorme elegância, destacando-se durante o voo por ter o pescoço muito esticado. A elegância desta ave, parece ser um dos factores que inspirou toda a gama deste produtor, pois é essa mesma elegância que está presente em toda a sua gama.
Como diz um ditado popular «Grous na serra, água em terra», o que para nós pode muito bem ser «Grous na Garrafeira, vinho no copo».

Herdade dos Grous 2004
Castas: Alicante Bouschet 30% , Syrah 15,5% , Touriga Nacional 20% e Aragonez 35% - Estágio: 9 meses em barricas novas de carvalho francês. - 13,5% Vol.


Tonalidade granada escuro com concentração média/alta.
Nariz de bom impacto inicial, conjunto dominado pelo toque de fruta (ameixa)madura com compota em bela harmonia com a madeira. Envolvente, brisa amena de ligeiros torrados, especiarias com cacau e baunilha. Tem tudo isto muito bem integrado, com notas de casca de árvore em fundo e ligeira frescura.
Boca com boa frescura, mais que pronto a beber, fruta presente com taninos muito macios, vinho redondo e suave na passagem de boca. Mostra-se com boa espacialidade e um toque que passa entre o chocolate e o balsâmico com nota de fumo e especiaria em final de persistência média.

Temos um vinho que começa a ser uma aposta séria e segura na consistência que oferece provado quando sai para o mercado ou provado após um tempo em garrafeira. Neste momento temos já nova colheita no mercado, mas optou-se para sentir o pulso a este 2004, o resultado foi mais que positivo, revelando um vinho pleno de harmonia e onde tudo está preparado para dar prazer durante toda a prova. O preço a rondar os 8-9€ num Hipermercado revela a sua grande relação preço-qualidade.
15,5

6 comentários:

Pedro Sousa P.T. disse...

Tenho uma na minha garrafeira, comprada numa ùltima feira dos vinhos. Achas que a abra brevemente, ou repouse mais um tempo?
Abraço.

Copo de 3 disse...

Qual o ano ? Se for 2004 na minha opinião está mais que pronto a desfilar pela mesa.

Pedro Sousa P.T. disse...

Desculpa, mas nem tinha reparado nesse pormenor bastante importnate. É de 2006. Logo repito a mesma pergunta, se não te importas, é claro?
Abraço.

Copo de 3 disse...

Se o nível estiver a par deste 2004 vai dar uma bela prova em novo podendo ser guardado sem grande problema durante não mais de 2 anos.

Sou da opinião que este vinho é feito para dar prazer assim que sai para o mercado.

Pedro Rafael Barata (Blog Os Vinhos) disse...

Gosto e um vinho fácil de gostar, bem ao estilo dos novos consumidores, mas ainda prefiro a colheita de 2005... :)

Pedro disse...

A prova de 2007 está espectacular. Parece que temos uma luta de titãs em Albernoa. ;)

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.