Copo de 3: Quinta do Cardo Special Selection 2003

18 Janeiro 2008

Quinta do Cardo Special Selection 2003

Vem da Beira Interior mais propriamente de Castelo Rodrigo, este Quinta do Cardo Special Selection 2003. Um vinho produzido pela Companhia das Quintas, que acaba por ser um varietal Touriga Nacional. Um vinho que tinha sido colocado de parte para ser provado junto de um seu vizinho produzido na mesma zona, mesmo ano e apenas o produtor era outro, mas que o estraga festas do TCA acabou por inviabilizar.
Ficamos apenas com a prova deste Quinta do Cardo feito com Touriga Nacional a que resolveram chamar de selecção especial, ou como se diz em Inglês, Special Selection.

Quinta do Cardo Special Selection 2003
Castas: 100% Touriga Nacional - Estágio: 12 meses em carvalho francês - 13,5% Vol.

Tonalidade granada escuro de média concentração.
Nariz com aroma de média intensidade, aroma maduro bem repleto de compotas de frutos silvestres. Sente-se um toque adocicado com ligeiro mentol em segundo plano, cacau e vegetal seco completam o ramalhete. Todo o conjunto não se mostra em grande complexidade antes pelo contrário, o vinho não denota muita consistência nem consegue cativar durante a prova.
Boca com entrada ligeiramente fresca, equilibrado numa toada de mais compota e algum floral. Corpo médio com passagem de boca algo rápida sem deixar saudade, pareceu ter uma pitada de noz moscada lá ao fundo, mesmo fundo, quase em jeito de provocação, de resto não deu mais satisfações. Final em secura e sem saudade.

Um vinho que se colou claramente entre o plano de alguma rusticidade apresentada e a tendência que se pode dizer actual de vinhos gulosos, cheios de compotas e fruta muito madura, pelo meio abre-se a janela e corre uma suave brisa para não afagar o provador.
Uma selecção especial com um preço nada especial a rondar os 12-15€.
14

4 comentários:

Jorge Sousa Pinto disse...

Se fosse um vinho alentejano já era Special...

Aprecio a sua coragem para dar por vezes notas "baixas" a alguns vinhos... Mas gostava era de ver esse aspecto abordado em todas as regiões, e não apenas em todas aquelas que não são Alentejo....

Copo de 3 disse...

Caro Jorge Sousa

Na quase totalidade das provas efectuadas e colocadas aqui no Copo de 3, a prova é cega, pelo que apenas sei o nome e origem do vinho quando a nota está lançada na tabela e toda a sua descrição colocada no caderno.

Com um pouco de atenção pode verificar que avalio um vinho pelo que está dentro e não pelo que está fora.

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Provei-o logo quando saiu e também não me agradou.

NOG

algarvio disse...

Ja o bebi 2 vezes ,numa gostei muito curiosamente a acompanhar um peixe no forno (parece pouco provavel ),noutra nao gostei nada (a acompanhar uma chanfana ),ainda tenho 2 garrafas vou voltar a prova-lo

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.