Copo de 3: FitaPreta 2007

17 Janeiro 2011

FitaPreta 2007

A expressão "sentido de origem" é o fio-de-prumo da criação deste FitaPreta branco. Uma edição limitada que nasce da vindima manual de uma vinha pouco produtiva e de uma enologia de intervenção mínima. A produção é reduzida, limitada a 6000 garrafas lançadas em Maio deste ano, um vinho que é uma novidade na gama de vinhos deste produtor Alentejano, um vinho que como já foi escrito, pretende mostrar o que é a região do Alentejo. Elaborado a partir de castas tipicamente alentejanas, a intervenção enológica é praticamente nula enaltecendo os verdadeiros aromas e sabores da região. Um vinho elaborado a partir das castas 40% Aragonês, 35%, Trincadeira, 25% Alicante Bouschet sabendo-se que apenas 50% do lote aprendeu a nadar em barrica francesa por 9 meses e que se apresenta com 14,5% Vol.


Nariz maduro de aroma, fruta (ameixa, amora) em compota com alguma doçura presente, tem boa expressividade e frescura suficiente para não o tornar muito pesado. Madeira aporta cacau, especiarias e leve baunilha, tudo harmonioso, muito moderno e bem pronto a beber


Boca de estrutura média, fruta presente com a madeira e seus contributos ao nível do encontrado no nariz, arredondado e harmonioso com frescura ligeira, leve adocicado a meio palato, com final a mostrar-se de persistência média.


Um vinho cujo preço ronda os 9€, muito pronto a beber e a dar prazer, fácil na abordagem, está muito apelativo, apesar da pontada adocicada que quer mostrar dar notas que não será vinho para grandes guardas. É beber enquanto não sai a nova colheita, que os vinhos como este são feitos para serem desfrutados enquanto são novos. 15,5 - 89 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.