Copo de 3: Primeira Paixão Verdelho 2009

28 Janeiro 2011

Primeira Paixão Verdelho 2009

Continuando a falar de vinhos cheios de carácter e de identidade, daqueles que procuro cada vez mais, surge o Primeira Paixão 2009 um 100% Verdelho oriundo da Madeira, já falado e apresentado aqui no Copo de 3 na anterior colheita. O vinho surge pela mão da Paixão do Vinho, que optou por criar vinhos de terroir numa linha própria de pequenas produções, por especialistas nas diferentes regiões. Este vinho é produzido a partir da casta Verdelho, uma das principais da Madeira, e é um projecto conjunto de dois grandes enólogos que são também dois bons amigos Rui Reguinga e Francisco Albuquerque.

Mostra-se com nariz jovem e bastante fresco , a intensidade é boa mas algo mais comedida em relação à colheita anterior, talvez menos oferecido e conferir-lhe um pouco mais de seriedade, a fruta está com a qualidade já conhecida, bem fresca e sumarenta, delicada, viva, limpa, de tons citrinos e tropicais com toque herbáceo e algum floral à mistura. O fundo encerra-se em boa mineralidade, ou direi salinidade.

Frescura de boca muito bem logo na entrada, espacialidade mediana, a sugerir-se mais seco com menos sumo da fruta e um pouco mais mineral, ganha desta maneira outros modos de estar à mesa, são pequenas afinações que se vão fazendo... a fruta e o seu peso ligam bem com a acidez e a mineralidade com que acaba... há um principio meio e fim, quantas vezes não lhes encontramos uma destas partes ? Este tem tudo e com muito boa qualidade.

De grande surpresa a confirmação, e repetindo-me convém esclarecer que este é o Verdelho original e nada tem que ver com o Verdejo (Rueda) ou com o tal Verdelho que afinal se chama Gouveio. Mesmo que um pouco parecido nos aromas ao tal Verdejo que eu tanto gosto, se bem que andem "chatos" e a cair muito nos aromas de fruta tropical mais parecendo saladas de fruta exótica. Este é diferente e para melhor, tem carácter e personalidade, direi identidade, pois os solos e o clima (terroir) da Madeira assim o permitem e a mão de quem o faz assim o deseja, eu só tenho que agradecer. 16,5 - 91 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.