Copo de 3: Esporão Reserva branco 2009

12 Novembro 2011

Esporão Reserva branco 2009

Este e os restantes rótulos da respectiva colecção da autoria da artista plástica Joana Vasconcelos, serão porventura dos melhores rótulos que alguma vez vi numa garrafa de vinho de Portugal. Dito isto passo a dissertar sobre o Reserva em modo branco do Esporão, colheita 2009, um branco que nas suas primeiras colheitas tinha uma maior presença de madeira, o conjunto era bem mais redondo e um pouco mais torneado com a fruta a sentir-se mais "grossa" encorpada.

Recentemente a coisa tem vindo a afinar e refinar, o conjunto está a tornar-se mais fresco, mais desafiante e menos compacto, menos pacato se assim se pode dizer, este 2009 foi provado a primeira vez antes mesmo do seu lançamento oficial, mostrando na altua muita e boa fruta madura (maçãs, limão, laranja, pêra) muito fresca, flores e alguma relva, com leve carga mineral e boa estrutura. Passado mais algum tempo voltei a ele com mais duas garrafas abertas, um vinho a mostrar-se muito mais adulto e maduro, refinada complexidade, tudo no seu devido lugar e perfeitamente integrado, nesta altura o pargo assado no forno ligou na perfeição. Mais recentemente em pleno Agosto voltei a abrir mais 2 garrafas e o vinho já não se mostrou tão bem, algo por ali já se desconjuntava, pedia ajuda para ser bebido o mais rapidamente possível, o que antes estava no devido sítio começava então a desmoronar-se e a ficar empilhado o que lhe tirava desde logo grande parte do prazer que antes transmitira, mostrando-se desta forma um vinho torpe e sem graça. Recentemente abri a última garrafa quase como tira teimas e a desilusão foi completa, o vinho está completamente diferente do que havia provado da primeira vez, a meu ver mudou para algo que não me agrada, fruta madura de mais para a idade que tem, acanhado, apático e sem a frescura ou vivacidade que já teve, lembro bem a boa forma que outros Reservas brancos mostravam com alguns anos em cima, o 2007 chegou a fazer-me as delícias, cheguei mesmo a guardar alguns exemplares para usufruir dessa mesma complexidade que ganha em garrafa... neste caso dou-me por feliz por ver que os bebi num contra relógio contra o tempo de vida útil, é altura de começar a pensar no Reserva 2010 que está por aí a chegar.

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.