Copo de 3: Herdade do Peso Colheita 2008

11 Março 2012

Herdade do Peso Colheita 2008


A extensão da poderosa Sogrape em terras do Alentejo dá por nome de Herdade do Peso, é nesta herdade que são produzidos os vinhos Alentejanos da Sogrape. A aventura começou em 1991 com o Vinha do Monte e foi muito recentemente que se assistiu a um remodelar da cara dos vinhos da Herdade do Peso, mudaram radicalmente e quase que dá a sensação de que são outros vinhos... Em prova o Herdade do Peso Colheita, do ano 2008, um vinho que parece feito a regra e esquadro, nada falha, certinho e direitinho... muito bem afinado e a dar prazer a quem dele se aproximar. É um vinho sereno, morno, Alentejano na sua essência, nobre e humilde na maneira como se mostra no copo.O lote é Aragonês, Alfrocheiro e Alicante Bouschet, andou um ano de molho em madeira mais seis meses em garrafa como quem não quer a coisa, aparece no final com 14,5% Vol. a um preço que rondará os 5€... para o que mostra não é caro, digamos que fica no meio e trama outros tantos que vendem ao dobro com a mesma qualidade. 

O aroma é todo ele bem frutado, com a ameixa e amoras num tom maduro, as triviais notas de boa compota a fazer companhia e dando aquele travo doce e macio dos vinhos da planície, depois é toque fumado com baunilha, tabaco e floral. Na boca é arredondado, conjuga-se tudo de novo como no nariz, harmonioso no conjunto, tem boa presença e é saboroso e macio na passagem de boca, boa frescura a complementar uma prova agradável e de boa persistência. É daqueles vinhos que se compra quando há um jantar mais xpto lá por casa e não se quer gastar muito em vinho mas também não se quer beber uma coisa banal do dia a dia... o casamento será sempre feliz com a tradicional gastronomia Alentejana, neste caso lembrei-me de imediato de umas Migas à Alentejana com carne de alguidar. Até acho que a acidez do vinho e a estrutura que mostra, são mais que suficientes para acompanhar de forma adequada tanto as migas como os migos... a nota final sobe meio valor tendo em conta a boa relação preço/qualidade apresentada. 90 pts

2 comentários:

Pedro disse...

El pasado fin de semana tuve la oportunidade de probar este vino Un vino complejo y contundente. Lágrima densa y pastosa y con bastante sedimento.
En boca corpulento y astringente, con recuerdos frutales y especiados.

Le vendrían bien tres o cuatro años en botella para limar asperezas. Pero muy buena relación calidad-precio.

João de Carvalho disse...

Hola Pedro, muchas gracias por el comentário.

2008 fue añada calentita, me gustaria catar al lado del Cosecha 2009 a ver que tal.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.