Copo de 3: Quinta dos Carvalhais Encruzado 2010

28 Julho 2012

Quinta dos Carvalhais Encruzado 2010


Mas que belo Encruzado, desde a última vez que o tinha provado lá para inícios do ano, nem parece o mesmo, mostra-se agora melhor, de forma mais nítida e menos envergonhada. O vinho que antes deixou algo a desejar, foi desta vez o branco da noite, e que branco. Confirma-se  que muitas vezes o não saber esperar leva a que nem sempre se beba o vinho no seu melhor momento. O Quinta de Carvalhais Encruzado dispensará grandes apresentações, melhorou substancialmente em garrafa nestes últimos meses e a massada de bacalhau que o acompanhou, assentou-lhe que nem uma luva. É vinho feito para a mesa, pendor gastronómico bastante acentuado, que o vinho não é feito para se beber sozinho mas sim acompanhado.

Conquistou-me pelo aroma harmonioso e complexo, fresco, acertado e cativante. Dá um gozo tremendo beber, boa dose de mineralidade com pederneira, aromas limpos de citrinos, geleia, pêra, cremosidade sentida com leve baunilha. Cheio, torneado e com aquela acidez cortante que tanto gosto metida lá pelo meio, na boca repete o manifesto, bom no sabor a fruta, bom na passagem harmoniosa, untuoso e fresco, travo constante até ao final, alperce maduro, mineral em fundo. 

É um vinho obrigatório ter na garrafeira, que se beba agora ou durante todo o ano, que se guarde, mas essencialmente que se tenha e acompanhe a sua evolução em garrafa. O seu preço ronda os 14€ em garrafeira, pelo que mostrou vale o investimento, é um branco de prazer. 92 pts

1 comentário:

L. disse...

sem espinhas.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.