Copo de 3: Vall Llach "Embruix" 2005

02 Julho 2012

Vall Llach "Embruix" 2005


Por muito que se procure há sempre aquela altura em que à volta de um copo tudo fica quieto, sossegado... pensamos essencialmente no que temos naquele copo, pensamos nas coisas boas da vida, na família, nos amigos, nos bons momentos de partilha. O nome da adega responsável é de nomeada internacional, Vall Llach é sinónimo de Priorato, soube marcar um estilo e ajudou a projectar uma região, a sua procura e consequente custo já se sabe... é alto. Vai para alguns anos (1998) decidiram ajustar a oferta e lançar no mercado um entrada de gama das vinhas mais jovens, um vinho mais pronto e menos austero, mais acessível monetariamente e até mais pronto a beber num curto espaço de tempo. Rezam as crónicas que 2005 terá sido o grande ano para este vinho, o Embruix de Vall Llach, um tinto lascivo e pecaminoso, daqueles que se bebe com imenso prazer e que não queremos que acabe tão depressa.

Precisa de tempo para se mostrar, a razão é muito simples, foi aberto e provado, estava cerrado, duro, rabugento... foi preciso decantar durante quase 3 horas para lhe passar o amuo. O vinho impressiona, podia ser pelos seus 15,5% Vol. mas até estes estão muito bem integrados e não se dá por eles, de resto é escuro como o breu, num conjunto de porte e peso com bouquet rendilhado. Todo ele muito centrado no peso da fruta vermelha madura com toque doce, cereja, bagas, cassis, é a sua frescura e mineralidade que comandam a coluna central, depois a madeira, baunilha, chocolate, especiarias, algum bombom de ginja, leve balsâmico, tudo muito composto e cheiroso preenchem o resto do conjunto. Boca com explosão de sabores, com a fruta bem concentrada e saborosa, pura, limpa e fresca, quase que se trinca... é a frescura que comanda, muito boa harmonia com a prova de nariz, taninos doces e suaves aportam a sensação de cremosidade... bem feito diga-se. É daqueles vinhos que dá um gozo tremendo beber, quase que se cola ao palato, enche a boca de sabores, profundo com final prolongado e persistente, todo ele muita fruta, todo ele harmonia e excelente trato. Desapareceu rapidamente do copo e da garrafa, o preço costuma rondar os 18/20€ e é vinho que se dá muito bem em garrafeira. 93 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.