Copo de 3: Ferrer Bobet Vinyes Velles 2010

17 Dezembro 2012

Ferrer Bobet Vinyes Velles 2010

Há projectos que nascem como que destinados ao sucesso ao mais alto nível. Obviamente que nada acontece por acaso e a mestria de quem mexe, faz e cria, tem muito que se lhe diga, é o caso dos Ferrer Bobet que nasceram para o estrelato e a cada colheita que passa são cada vez mais objectos de cobiça face à alta qualidade apresentada. Depois de ter aqui falado do 2009, agora com a nova fornada surge o 2010 também Vinhas Velhas. Novamente a mostrar-se um vinho tremendo, uma força da natureza, um poderio enorme regulado desde já por uma deliciosa harmonia e frescura. Uma abordagem de classe, que o distingue da grande maioria dos seus conterrâneos do Priorato. Um vinho que nos diz que ainda está muito longe do seu melhor momento, apesar de proporcionar desde já uma prova de grande gabarito pois tudo parece nos seus devidos lugares mas ainda por catalogar ou com luz suficiente para que se possa vislumbrar de forma correcta. É por isso um vinho ainda com muito tempo pela frente, 20 anos à vontade, todo ele assente numa estrutura com muita frescura e taninos em fase de acomodação. Depois numa boa intensidade de aromas, é despejar frutos do bosque, muita baga sumarenta e compacta, framboesa, com a madeira ainda a marcar presença mas já com algum entrosamento e elegância. Chocolate, balsâmico, baunilha e pimenta preta, muita frescura. Boca cheia, ampla, profundidade de aromas e sabores, chocolate negro, denso, fumo, muito saboroso e em final longo com toque mineral. Fez-se uma pausa, uma vénia, falou-se de vinho e do vinho, os convivas elogiaram o que tinham no copo, durante largos minutos ganhou novos cheiros, pedia tempo, muito tempo, vamos fazer-lhe a vontade. Enquanto isso o Ensopado de Lebre acompanhava de forma magistral, quando este acabou foi altura de abrir outra garrafa mas isso é conversa para outro post... O vinho que aqui falo tem preço a rondar os 28€, não sendo barato também não é caro face à qualidade. Não é vinho para gente apressada, é vinho de guarda, de longa guarda... para que daqui a 10 anos se mostre como adulto e não como uma criança com os sapatos do pai. 94pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.