Copo de 3: Schloss Vollrads Riesling Kabinett Trocken 1996

18 Fevereiro 2013

Schloss Vollrads Riesling Kabinett Trocken 1996

É mais um vá para fora cá dentro, leia-se no copo, fecho os olhos e estou na Alemanha rodeado de cepas velhas de Riesling. Desta vez aterrei na zona de Rheingau, uma das 13 zonas produtoras de vinho na Alemanha. Aqui os vinhos são mais masculinos em carácter que os vinhos da região Mosel, mostram estrutura e textura bem firme, suportada por uma vincada acidez, profundidade e força,enquanto Mosel nos deleita com a sua elegância, pose e direi um jeito mais feminino. No conjunto conseguem ser das melhores expressões no que a branco diz respeito a nível mundial. O produtor Schloss Vollrads é antigo, qualquer coisa como 800 anos a produzir vinho, e chamou-me de imediato a atenção pela pitoresca garrafa com que este vinho se apresenta. Neste caso o que temos no copo é um Kabinett (Reserva) com indicação Trocken (seco). 

O vinho de aroma delicado e misterioso embora cansado e afagado, talvez não seja um dos melhores exemplares destinado para guarda e o consumo em novo ou com 4 ou 5 anos talvez fosse o mais indicado. Nos seus toques melados com algum gás de isqueiro, flores amarelas e alguma geleia de pêssego e fruto seco. De pouca profundidade é delicado e pouco expressivo. Boca com alguma acidez, leve mineralidade a marcar a passagem de boca, fruto seco que lhe confere a leve sensação de untuosidade e alguma geleia. Vinho que precisou de algum tempo no copo, mas que não deixa grandes saudades após a prova. Foi aberto e provado antes de almoço, acompanhado apenas por algumas canapés à base de salmão fumado.

Esta não terá sido a primeira das várias más experiências (acontecem em todo o lado), ou direi que não foi tão boa quanto outras que tive, com vinhos desta casta provenientes da sua terra de origem, Alemanha. Irei pois continuar a falar deles, de outros produtores, de outras zonas e vinhedos.

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.