Copo de 3: O pior evento do ano...

16 dezembro 2014

O pior evento do ano...

No Sábado passado por entre a chuva  e as confusões do trânsito de Lisboa, tive a sorte de momentos antes de sair do parque de estacionamento a coisa ter acalmado,  prometia ser uma boa e feliz tarde de provas, mas estava e fui completamente enganado. Afinal de contas o motivo que me colocava no meio de Lisboa, ao frio e à chuva, era  muito prometedor e anunciava-se como a prova dos GRANDES VINHOS PARA 2015 EM PORTUGAL! by FlyingWines. 

O que prometiam  foi o suficiente para me fazer deslocar e gastar dinheiro, afirmam-se aqui e passando a citar como "Um dos mais esperados eventos do Ano", "Algo completamente novo no Mundo das Provas de Vinhos em Lisboa!" ou "Um evento único onde vai provar +50 Grandes Vinhos.", "Uma experiência única, exclusiva, imperdível! " com uma vasta lista de produtores tão variados como ALZINGER-AUSTRIA, COSSART GORDON-MADEIRA, DOMAINE SÉNÉCHAUX-FRANÇA, SA PRUM-ALEMANHA, SUSANA BALBO-ARGENTINA...
Agora digam lá se não é tentador e dá vontade de ir provar os vinhos destes e dos outros produtores ? A todos os que me perguntaram como correu a minha resposta foi sempre a mesma...ainda bem que não foram. 

E digo ainda bem, porque toda a expectativa com que vamos, esbarra e morre no imediato de uma sala acanhada com grande parte dos vinhos amontoados onde se tinha de espreitar a ver quais eram as marcas em prova, a grande maioria dos produtores anunciados na dita "experiência única" apenas estavam representados com um vinho que parece ter sido ali colocado de castigo e que de "Grande" pouco ou nada tinha. A sensação de estar numa prova de bairro feita numa garagem onde alguém comprou umas garrafitas de genéricos para meter em prova e se meteu à porta a cobrar entrada, mas depois diz na rua que tem ali uma prova do caraças com n produtores presentes. Tirando caso como Druida/Outrora, Herdade do Portocarro, Quinta de S.José, Rovisco Garcia, Planeta, Rui Reguinga, tudo o resto me pareceu pouco, muito pouco, pelo contraste entre o apresentado e a gama de vinhos dos produtores anunciados.

Para exemplos e poderei citar bastantes, desde a Carvalheira(Bairrada) apenas constava um espumante, dos vinhos Susana Balbo apenas vislumbrei um Colheita Tardia,  Alzinger apenas um vinho para espanto meu uma vez que estava perante o seu importador, para quem pensava que ia provar alguns vinhos Madeira da Cossart Gordon apenas encontrava um Bual 10 anos (apesar de numa lista constar outra referência) que ainda tive de chamar por ele de tão escondido que estava, Sénéchaux um dos motivos que me levou a ir nem sequer o vislumbrei, SA Prum apenas um vinho genérico meio perdido entre tantos outros, perguntei a um produtor presente por um dos seus vinhos e responde que apenas estava disponível para o jantar...será que ouvi bem? 

Achei todo aquele momento uma autêntica vergonha pela falsa publicidade que fizeram passar. Antes de se apelidarem de evento (que estão ainda longe de o ser) deviam tentar aprender com quem sabe do assunto, basta colocar os olhos no Adegga Wine Market esse sim um dos mais esperados do ano, único e imperdível. Neste caso dei o meu tempo e dinheiro como perdido, tive de pedir desculpas a quem foi comigo e a reclamação que fiz no local apenas valeu um sorriso da outra parte.

5 comentários:

Fernando Pinto disse...

GRANDE VERGONHA

Carlos Janeiro disse...

Posso Dizer que apenas lá fui uma vez e bastou. Foi no verão, o espaço era diminuto, acanhado, sem ventilação, com os coitados dos produtores uns em cima dos outros, com os vinhos quentes e com uma entrada caríssima para o oferecido. Enquanto assim continuar... distância.

João Pedro Carvalho disse...

Pois estamos de acordo Carlos Janeiro, se soubesse o que sei hoje nem tinha ido.

Paulo Vaz disse...

Pois, sempre a evitar de futuro

Nuno Ciriaco disse...

Um evento feito para colocar só os vinhos dos amigos, nada mais.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.