Copo de 3: Herdade das Servas Reserva Alicante Bouschet 2013

11 novembro 2015

Herdade das Servas Reserva Alicante Bouschet 2013

De casta mal amada por terras francesas, a casta Alicante Bouschet foi adoptada e amada pelas gentes do Alentejo como se fosse filha da terra. Sobre a qualidade dos vinhos a que dá origem continua a escrever-se e a ficar na história dos grandes de Portugal, quer pela qualidade quer pela invejável capacidade de resistirem à passagem dos anos. Este Alicante Bouschet lançado pela Herdade das Servas (Estremoz) vem na linha do que foi dito, é um belíssimo exemplar da casta e um grande vinho, para mim até à data o melhor que me lembro deste produtor. É bom ver que as agulhas se orientam cada vez mais na procura da elegância/frescura e neste caso juntamos toda a estrutura que caracteriza o perfil dos grandes vinhos da Herdade das Servas. O resultado é um vinho cheio de vida, aroma e sabor muito bem definido com coesão e frescura muito presente num todo que irá devorar os anos que tiver pela frente. O aroma identifica a casta pelos descritores mais clássicos a ela associados, surge a típica azeitona e fruta a rodos de enorme pureza de definição, o resto é um novelo de complexidade que apenas o tempo irá desenrolar. Para quem o decidir beber agora que o faça na companhia de pratos de caça como veado ou javali. 95 pts 

10 comentários:

André Miguel disse...

É o único vinho que gosto da Herdade das Servas e é fabuloso.
Adorei o 2008, este já está agendado para a primeira oportunidade.

André Miguel disse...

Correcção: adorei o 2011.

L. disse...

gostei do syrah-TN 2008. depois o petit verdot 2010... assim-assado, com reservas. fiquei curioso com este.

André Miguel disse...

João e que tal o vinhas velhas? Já me foi recomendado, mas à excepção deste fico de pé atrás com as Servas...

João Pedro Carvalho disse...

L. e André Miguel, os novos topos de gama da Herdade das Servas estão melhores que nunca. Provei recentemente tanto o Vinhas Velhas como o Touriga Nacional e este Alicante Bouschet. Sem nunca deixarem de lado a imagem de marca que caracteriza o produtor, mostram-se mais frescos, menos extraidos e afinados. Por último tanto o Touriga como o Alicante são dois lutadores de arena, o Touriga mais bruto e impetuoso enquanto que o Alicante é um verdadeiro campeão, enquanto o Vinhas Velhas é mais o general que fica sentado a olhar.

Chapim disse...

João anda por que preços o Alicante?
Abraço
R

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
João Pedro Carvalho disse...

Chapim, a última informação que tenho andava na casa dos 15-18€

Anónimo disse...

15-18€ por um vinho de viana do castelo ou de montesinho como dizia o outro?

André Miguel disse...

João,
Obrigado pela dica. Vai para o copo logo que possível!

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.