Copo de 3: II Prova Virtual no Copo de 3

31 Março 2006

II Prova Virtual no Copo de 3

Visto que a primeira iniciativa foi bem acolhida e contou com um bom nível de participações o Copo de 3 vai continuar nesta viagem com paragem nas principais zonas de vinho de Portugal, seguindo caminho deixamos o Douro e entramos em terras do Dão com mais um vinho em vista.
Desta vez o escolhido foi o Quinta dos Grilos 2004 Tinto, depois de um 2003 com grande relação preço/qualidade vale a pena acompanhar este novo 2004, que pode ser encontrado com relativa facilidade em Hipers (Pingo Doce, Carrefour, Continente, Feira Nova) e com um preço a rondar os 3€

Passado o tempo, parece que é da opinião geral que o vinho apesar de se mostrar uma boa compra não deixa de ser inferior à colheita de 2003.

7 comentários:

pv disse...

Depressa e bem, que a prova foi longa e bem composta, quanto ao Quinta dos Grilos 2004, a anotação diz que embora seja profundo, é delicado e adocicado. Pontuação: 85 (em 100)
Cumprimentos.

http://quetalovinho.blogspot.com/2005/12/pao-das-cunhas-de-santar-2004-delicado.html

Nuno de Oliveira Garcia disse...

Barato. Honesto. Para quem gosta de vinhos do Dão, é uma excelente opção para todos os dias.

Pedro Sousa (p.t.) disse...

Ao abrir, aromático de uma intensidade doce, nota-se o cheiro a madeira, e sente-se o alcool. Apresenta boa côr. Na boca, sente-se o adocicado,ameixas, ou até passas. Acidez equilibrada. Talvez lhe falte um pouco de corpo. Tentei encontrar o gosto da madeira, mas não consegui. Vai melhorando à medida que a refeição vai decorrendo. Bom companheiro para o dia-a-dia, e até não nos deixa ficar mal numas jantaradas entre amigos. Boa relação qualidade preço. Mesmo assim o de 2003 é superior
Pedro Sousa.

Miguel A. Pereira disse...

Côr com boa concentração. Notas doces de fruta vermelha e preta, marmelada sob fundo balsâmico e algum floral. Algumas notas de vegetal seco. Boca com boa intensidade, redonda, com a acidez a empinar-se. Corpo mediano e final com alguma secura.
Boa relação qualidade/preço, mas furos abaixo do 2003. Para mim, claro.

Anónimo disse...

Caro Alentejano,

Se isto não é uma perseguição... Olha eu bebi o de 2003 neste fim de semana. Vou comprar o 2004.

Abraços,

Abílio Neto

Frexou disse...

Aberto com 30 minutos de antecedência e decantado à temperatura de 15º para deixar eoluir ao longo da prova, tem uma boa concentraçao com um vermelho escuro muito vivo mostrando que o vinho é jovem. apresenta logo uns aromas florais, alguma fruta madura( ameixas pretas, amoras e algumas nozes provenientes do contacto com madeira, muito bem integrada nada carregada, ficando a fruta a prevalecer aos aromas secos da madeira.
Na boca,muito elegante com o estilo típico do dão, terminando com um bom final... mastigando frutos silvestres com uma acidez adequada, apenas ligeiramente áspero ainda, ou adstringente, o que com uns meses passará suponho.
Vinho muito fácil de beber e que pede pra ser bebido.
E dá prazer.
Óptima escolha
16

rui miguel disse...

Já provei este grilos 2004. Uns furos abaixo do 2003. Um cariz vegetal, algo demasiado para mim. Um pouco mais magro de corpo, com um final algo seco. Pareceu-me uma repetição do Quinta do Cabriz Colheita Seleccionada. Primeira colheita muito interessante para chamar consumidores, posteriores colheitas nem tanto.
De qualquer modo uma boa opção na gama dos vinhos baratos...

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.