Copo de 3: Janeiro 2021

07 janeiro 2021

Redoma Reserva 2019

O Redoma Reserva (Niepoort) desde a sua primeira colheita em 1995 que se afirmou no imediato como uma referência de excelência do Douro e mesmo no panorama nacional. Colheita após colheita o seu perfil tem sido afinado, custa coisa de 25€ e hoje brilha com uma altíssima precisão de aromas e grande equilíbrio do conjunto. O vinho estagia em barricas de carvalho francês cerca de 10 meses, o resultado espelha a origem nas vinhas velhas, um vinho de estrutura firme e com uma acidez acutilante, a finesse vem a caminho com mais uns anos de garrafa, a meu ver está ainda novo demais. 94 pts

Grande Discórdia branco 2018


Informa o produtor que o seu branco topo de gama, com preço a rondar os 30€ na loja online, é produzido a partir de uvas da casta Arinto colhidas na Herdade Vale d´Évora, localidade em Mértola, baixo Alentejo. Teve estágio de nove meses em barricas usadas de 500 litros e destaca-se pela complexidade e boa expressividade da casta, envolto na gordura da barrica que lhe remete ligeiramente a fruta para um segundo plano. Inicialmente a baunilha brinca com as notas de limão, mais ácidas e limpas mas com a acidez a tomar por inteiro conta do recado. Um branco a precisar de tempo em garrafa ou pratos de conforto que lhe amparem toda a impetuosidade que leva na alma. 93 pts

05 janeiro 2021

São Sebastião Sauvignon Blanc 2019

Da Quinta de São Sebastião (Lisboa) nasce este Sauvignon Blanc agora com nova imagem, preço a rondar os 5€. Vinho claramente com nariz a mostrar a faceta mais tropical e exótica tão facilmente associado aos vinhos da Nova Zelândia que provamos pela primeira vez para ver como se comporta a casta por lá. Neste caso temos frescura associada a tons de fruta tropical, ligeiro vegetal fresco, tudo muito directo. Na boca perde-se um bocado, começa fresco e com fruta saborosa que se vai esbatendo, em final mais curto que o desejado. Sirva-se com uma entrada como por exemplo uns mexilhões ao natural. 88 pts

04 janeiro 2021

Discórdia branco 2018

A Herdade Vale d’ Évora situa-se a poucos quilómetros da bonita vila de Mértola, no baixo Alentejo. Está integrada no Parque Natural do Vale do Guadiana, beneficiando de uma paisagem marcada por terrenos de ondulação generosa, vegetação autóctone e o rio Guadiana que a serpenteia. Ao longo da propriedade, 550 hectares no total, pontuam as plantações de pinheiro manso, azinheiras e medronheiros e uma vinha, a vinha do Discórdia. Este Discórdia branco 2018 é criado a partir do lote das castas Verdelho, Arinto e Antão Vaz com estágio em cubas de inox. Preço a rondar os 8,50€ num vinho oriundo das terras de Mértola, muita frescura com a fruta fresca e um lado vegetal a mostrar-se bem exuberante, flores com toque de esteva. Conciso e algo tenso, sente-se nervura mas ao mesmo tempo o sabor da fruta faz com que aconchegue o palato. 90 pts

Dona Matilde Colheita 2013

Desde sempre ligada ao Douro e à produção de Vinho do Porto o nome Barros mora na Quinta Dona Matilde desde 1927. É nas vinhas desta histórica Quinta que nasce este Colheita 2013. O engarrafamento foi reduzido, cerca de 3000 garrafas a rondar cada uma os 35€. Um Colheita ainda muito novo, quase que a aprender a dar os primeiros passos, mas a mostrar que tem tudo para se tornar um senhor Colheita na passada do tempo. Por agora está muito centrado na frescura da fruta ainda jovem e madura, ligeiras compotas, bolo inglês, no fundo os frutos secos parecem querer espreitar. Gulodice imensa num copo de prazer a acompanhar os doces tão típicos desta época do ano. E porque é o primeiro do ano, deixo votos de muita saúde para todos. 92 pts

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.