Copo de 3: Casa de Santar branco 2006

02 Maio 2007

Casa de Santar branco 2006

Regressava o Rei D. Afonso II vitorioso da Batalha de Navas de Tolosa, em 12 de Junho de 1212, quando assentou arraiais junto ao caminho romano que ligava Seia a Viseu. Desde então, ficaram essas terras a ser conhecidas pelo nome ''Onde o Rei assentou arraiais'', mais tarde Assantar e, por fim a denominação que ainda hoje se mantém, Santar.

É isto que se pode lêr no site da Casa de Santar, de onde nos chega este branco:

Casa de Santar branco 2006
Castas: Encruzado, Cerceal-branco e Bical - Estágio: n/indicado - 12,5% Vol.

Tonalidade amarelo citrino de ligeira concentração com rebordo esverdeado.
Nariz de intensidade moderada, frescura presente em ligação com a fruta que aparece bem madura (pêra, ananás, citrinos, nectarina) com bom toque floral. Ligeira sensação de adocicado (hidromel) em companhia de toque mineral de fundo.
Boca com boa entrada, bem estruturado e com acidez bem presente, a dar boa frescura com toque frutado, suave no comprimento e na largura com toque mineral em fundo e final de boa persistência.

Temos um vinho que se mostra em bela forma e pronto a fazer companhia para os tempos quentes que nos esperam, o preço a rondar os 4€ é mais um aliciante.
15,5

1 comentário:

Kroniketas disse...

A minha prova do Casa de Santar (tinto 2003 e branco 2004) em

http://kronikasvinicolas.blogspot.com/2006/02/no-meu-copo-22-casa-de-santar-tinto.html

A opinião é mais ou menos coincidente.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.