Copo de 3: Há qualidade abaixo dos 3€ ?

26 Março 2012

Há qualidade abaixo dos 3€ ?

Fotografia: Diogo Rodrigues
Já tem o seu tempo mas é agora que a retiro do baú das notas, falo de um prova que se realizou dia 5 de Outubro 2011 na Quinta das Carrafouchas (Loures) e teve como mote provar vinhos abaixo dos 3€, por norma os mais baratos são vinhos que estão espalhados no circuito, são campeões de vendas mas mesmo assim são vinhos que fogem das mesas dos apreciadores encartados, da malta que diz que prova... basicamente são os vinhos que se bebiam quando se era estudante e havia pouco no bolso para pagar por uma garrafa de vinho ao jantar. O grupo de prova foi formado no animado grupo do facebook TWA que na pessoa do enólogo Hugo Mendes ficou responsável pela logística da coisa, juntamente com os restantes provadores (8 no total). Objectivo apenas um, verificar a qualidade do que é feito naquele patamar abaixo dos 3€.

Em regime de prova cega, os vinhos foram sendo servidos com uma bateria de 8 brancos... direi que metade dos vinhos em prova a meu ver estavam completamente desinteressantes e sem grandes notas de qualidade. Colocarei a lista de todos os vinhos provados com um pequeno comentário sempre que considere oportuno, a preto meto em destaque os 3 melhores de cada prova.


Prova Régia 2010 Preço: 2,49€ Classificação Média dos Provadores: 14,6/20
Fonte do Nico 2010 Preço: 1,49€ Classificação Média dos Provadores: 14,4/20
Couteiro-Mor 2010 Preço: 1,99€ Classificação Média dos Provadores: 13,9/20
Adega de Pegões Colheita Selecionada 2010 Preço: 2,49€ Classificação Média dos Provadores: 13,6/20
Quinta da Arrancada 2010 Preço: 2,99€ Classificação Média dos Provadores: 13,2/20
Contemporal Bairrada 2009 Preço: 1,99€ Classificação Média dos Provadores: 12,9/20
Encostas de Pias 2010 Preço: 1,65€ Classificação Média dos Provadores: 12,1/20

Sobre os brancos em prova o claro destaque para o Prova Régia, um 100% Arinto que deixou de ser D.O.C. Bucelas pois as uvas face ao aumento de produção começaram a vir de fora da  D.O.C. Frescura, secura na boca, sabores citrinos batidos na lima limão com mineralidade. O Couteiro Mor a mostrar mais uma vez que é sempre uma aposta ganha a sua compra, até mesmo ao nível do tinto, direto, fresco, simples e frutado. Completo desatino com o que o Pegões Colheita Selecionada mostrou, esperava mais deste vinho, bastante mais até porque vai para alguns anos tinha sido compra insistente face à qualidade, depois aumentaram a produção o lote mexeu, a qualidade tremeu e o vinho deixou de ser bem aquilo que era... nos finalmente nota menos para o Contemporal que não tem por onde pegar, faz no entanto confusão como surge o Aníbal Coutinho a dar a cara por um vinho destes... não havia necessidade, ou haveria...

Na prova dos tintos aumento o número de vinhos em prova mas a nível de qualidade não se notou um aumentar da mesma, curiosamente 4 dos tintos tiveram apreciação colectiva abaixo de todos os brancos provados. Não sendo uma amostra do completo panorama vínico nacional, seria alarve pensar nesses modos, deu para fazer uma ligeira brincadeira e coloquei as 3 grandes referências provenientes das Cooperativas do Alentejo, autênticos campeões de vendas, pecando apenas por não estar o Porta da Ravessa esgotado na grande superfície perto da minha casa.


Vale do Rico Homem 2009 Preço: 2,98€ Classificação Média dos Provadores: 14,6
Encostas de Pias Reserva 2010 Preço: 2,49€ Classificação Média dos Provadores: 13,8/20
Cardal 2009 Preço: 2,79€ Classificação Média dos Provadores: 13,6/20
Quinta da Arrancada 2008 Preço: 2,99€ Classificação Média dos Provadores: 13,2/20
Conde De Vimioso 2010 Preço: 2,08€ Classificação Média dos Provadores: 13,1/20
Convento da Vila 2009 Preço: 1,99€ Classificação Média dos Provadores: 12,9/20
Terra de Lobos 2009 Preço: 2,99€ Classificação Média dos Provadores: 12,9/20 
Audaz 2010 Preço: 2,89€ Classificação Média dos Provadores: 12,8/20
Real Lavrador 2010 Preço: 1,58€ Classificação Média dos Provadores: 12/20 
Terras D'el Rei 2010 Preço: 1,58€ Classificação Média dos Provadores: 11,7/20
Pingo Doce Vinho Regional Alentejano 2010 Preço: 1,24€ Classificação Média dos Provadores: 10,4/20
Faro 2008 Preço: 1,99€ Classificação Média dos Provadores: 10/20
D. Fuas Reserva 2003 Preço: 2,85€ Classificação Média dos Provadores: 8/20 
Don Simon Tempranillo Preço: 0,99€ Classificação Média dos Provadores: 7,4/20

Aqui no canto dos tintos os vencedores foram 2 vinhos do Alentejo e 1 vinho Ribatejano, três apostas mais que convincentes para o dia a dia ou mesmo a servirem de refúgio na escolha em carta de restaurante. Destaco a nível pessoal o Convento da Vila que mesmo não tendo ficado nos lugares cimeiros, rondou de muito perto, mostrando que os grandes volumes também podem mostrar uma qualidade bastante interessante. O destaque negativo para o Espanhol Don Simon que será o pior vinho de que tenho memória ter provado na vida... é um autêntico frasco de defeitos e um compêndio daquilo que não deve ser vinho, para aula didática fica a minha recomendação, sempre podem no final pedir o dinheiro de volta uma vez que eles devolvem o dinheiro se não estivermos satisfeitos com a qualidade.

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.