Copo de 3: PROVA João Portugal Ramos Antão Vaz 2004

26 Janeiro 2006

PROVA João Portugal Ramos Antão Vaz 2004

Pelas mãos de um senhor do vinho de seu nome João Portugal Ramos, sai da adega na zona de Estremoz este branco feito com a casta branca de excelência no Alentejo, a Antão Vaz.
Com fermentação a decorrer em meias pipas de carvalho francês, este vinho apresenta-se com 13 % e uma tonalidade amarelo de leve tonalidade com ligeiro toque esverdeado no rebordo do copo.
Nariz com aromas de intensidade média, frutos tropicais e citrinos (ananás, lima, tanjerina), leve baunilha e alguns torrados derivada do contacto com a madeira que se combina muito bem com o restante conjunto com um final ligeiramente mineral.
Na prova de boca mostra-se com estrutura média, harmonioso, fresco e suave na boca, com acidez a dar frescura e um final de boca mineral com persistência final média.
Com um preço a rondar os 6€ o vinho é fresco e agradável, dando uma bela prova e mostrou-se uma referência para varietais desta casta.
16

4 comentários:

Anónimo disse...

Bem, João, esse Antão Vaz está nas minhas referências como vinho branco. No entanto, não consigo encontrar ao preço que indicas. Aqui em Alcochete ele é vendido perto dos 10€.

Rui Miguel

Copo de 3 disse...

É o chamado preço regional, vais á adega e compras, ou mesmo aqui nas lojas em Vila Viçosa ronda os 5-6€

Anónimo disse...

O Antão Vaz sempre levou madeira?
Rui Miguel

Copo de 3 disse...

Pois é meu caro amigo Rui, o Antão Vaz levou madeira... penso que no contra rótulo não diz, mas pela prova de nariz dá para confirmar.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.