Copo de 3: Gouvyas Reserva Branco 2004

27 Julho 2007

Gouvyas Reserva Branco 2004

É na Bago de Touriga que Luís Soares Duarte e João Roseira ambicionam fazer vinhos equilibrados, amigos da boa mesa e que expressem os terroirs únicos do mítico Vale do Douro.
Este Gouvyas Reserva Branco 2004 do qual foram engarrafadas 2980 garrafas sendo esta o nº2257, é um fiel exemplo dessa mesma ambição:

Gouvyas Reserva Branco 2004
Castas: Códega do Larinho, Rabigato e Viosinho - Estágio: 20 meses em barricas de carvalho francês com bâtonnage - 13,5% Vol.

Tonalidade amarelo citrino de leve tom dourado de média concentração
Nariz com bom impacto inicial, um pouco fechado inicialmente e a pedir tempo para se poder mostrar. É um vinho cheio, com a fruta bem madura (ananás, limão, pêssego) a ligar com as notas derivadas da madeira. Toque de baunilha em conjunto com amanteigado ligeiro, tudo muito bem estruturado com ligeiro torrado de fundo. Num segundo plano temos a componente floral em ligação com toques de relva fresca, a mostrar-se com boa dose de frescura ligada a um toque mineral, tudo isto num conjunto complexo e com alguma delicadeza.
Boca a revelar um vinho de corpo firme e bem estruturado, mostra entrosamento com a prova de nariz, redondo e a encher a boca, fruta bem presente em conjunto com tosta a baunilha. Sensação de untuosidade em bela harmonia, com acidez a dar boa frescura ao conjunto, fundo mineral com toque vegetal fresco, em persistência média/alta.

Temo então um branco de grande nível, no seguimento do Gouvyas Reserva Branco 2003. Mudando ligeiramente, talvez mais refinado, mais elegante e com a madeira mais interligada com os seus componentes. A revolução na qualidade dos nossos brancos está a mudar para melhor, e este é um grande exemplo. A beber ou guardar, com um preço a rondar os 15€ numa boa garrafeira.
17

2 comentários:

Pingus Vinicus disse...

Também o provei (tenho o texto publicado no Pingas no Copo). Por caso também o achei mais afinado.com a madeira menos presente, menos evidente (mas dou de barato que possa estar enganado).

Chapim disse...

A nota que me ficou desta prova foi equilibrio, harmonia...

Muito bem feito com um casamento entre as várias componentes muito equilibrado.

Boas provas!

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.