Copo de 3: Marchesi De' Frescobaldi Benefizio Pomino Bianco Riserva 2006

03 Novembro 2009

Marchesi De' Frescobaldi Benefizio Pomino Bianco Riserva 2006

Faz mais de 700 anos que a família Frescobaldi está ligada a actividades como a agricultura e viticultura, sendo os primeiros a plantar castas internacionais na Toscânia, como a Pinot Noir, Merlot, Cabernet Sauvignon ou Chardonnay. São já 30 gerações desta família, dedicadas à produção de grandes vinhos da Toscânia (Itália), possuindo 5,000 hectares onde 1,000 são de vinha, separada por 9 zonas da Toscânia.
Uma dessas zonas é Pomino, onde se situa o Castello di Pomino, desenhado pelo arquitecto Gherardo Silvani. Esta D.O.C. foi reconhecida em 1716 por Cosimo III de’ Medici, Grande Duque da Toscânia, pela excelência dos seus vinhos. Pomino goza de um clima único na Toscânia, com um eco-sistema muito próprio de floresta de coníferas, castanheiros e oliveiras a rodear as vinhas. A zona cobre cerca de 1,458 hectares, dos quais 108 são de vinhas, com elevações a variar entre os 300 e 750 metros com os solos a serem ligeiramente ácidos.
O vinho em prova, é o Pomino Benefizio, o branco topo de gama produzido a partir de uma única vinha de chardonnay, plantada a 700 metros de altitude.

Marchesi De' Frescobaldi Benefizio Pomino Bianco Riserva 2006
Castas: 100% Chardonnay - Estágio: estágio durante 12 meses em barricas novas carvalho francês com mais 1 ano em garrafa - 13,5% Vol.

Tonalidade amarelo citrino com leve dourado de média intensidade.

Nariz sereno a mostrar-se com fina complexidade, leve baunilha e fruta fresca de cariz citrino (laranja) e tropical (abacaxi), tudo muito harmonioso e fresco. Flores amarelas, ligeiro toque de mel com mineralidade em fundo.

Boca com bom volume, bem estruturado, acidez presente com uma bela frescura a percorrer toda a boca e a balancear-se de forma harmoniosa com a fruta (citrino com algum tropical) e a madeira muito bem integrada (amanteigado) a dar um suave envolvimento ao conjunto. Tem segurança no que mostra e como o mostra, em final médio/longo com travo mineral.

Um belo vinho branco, distinto, elegante, harmonioso, com algum seriedade, onde a acidez presente se alia a uma madeira finamente integrada. Não desmaia nem enjoa, mostra-se a um belo nível, com prestação muito positiva durante todo o tempo que esteve em prova. Custou cerca de 22€ e é uma aposta ganha para todos aqueles que procuram um vinho requintado, para acompanhar pratos delicados, à base de vieiras por exemplo. 16,5 - 91 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.