Copo de 3: Vale D´Algares Selection tinto 2007

22 Abril 2010

Vale D´Algares Selection tinto 2007

Depois do Selection Branco (colheita de 2008) é a vez do novo Selection Tinto (colheita de 2007) vir reforçar a presença da Vale D'Algares num segmento de mercado mais exigente, com uma gama que pretende situar-se entre o seu Guarda Rios e o patamar mais elevado da Marca (Viognier). O novo Selection Tinto é um vinho Regional do Tejo, do qual foram produzidas 6.400 garrafas a partir das castas Merlot e Touriga Nacional, distribuídas por uma área de 3,5 hectares de vinha, num vale de solos argilo-calcários.

Vale D´Algares Selection tinto 2007
Castas: 60% Merlot e 40% Touriga Nacional - Estágio: 14 meses em barricas novas de carvalho francês - 14,5% Vol.

Tonalidade ruby escuro de concentração média/alta.

Nariz a mostrar uma boa intensidade, prende pelo interesse que despoleta logo de inicio, com um aroma a chamar a atenção, direi diferente e até moderno, com grande entrosamento entre as duas castas e a madeira, a mostrar-se muito bem ligada com todo o conjunto, notas leves de tosta, e baunilha com bálsamo vegetal, violetas, cacau, conjunto a mostrar vivacidade e alguma pujança, com muita fruta (ameixa, framboesa) madura e fresca e levemente compotada.

Boca de boa espacialidade, amplo, estruturado, com macieza, taninos afinados, fruta bem presente ao nível do encontrado no nariz, especiaria doce, um vinho guloso, que dá prazer beber, boa ligação com a madeira a conferir alguma cremosidade e envolvência ao conjunto, com o equilíbrio da acidez a proporcionar boa dose de frescura, em final de boca de boa persistência.

Este Selection tinto segue as pisadas do Selection branco, mostrando-se como um vinho de ar moderno, com toque inovador e respectiva dose de originalidade, cativante, muito bem feito e capaz de acompanhar bem uma refeição, o preço indicado para a qualidade apresentada, mostra-se bastante sensato, rondando neste caso os 15€. 16,5 - 91 pts

3 comentários:

Paulo Coelho Vaz disse...

Pois eu estive na prova das CAV e foi uma decepção todos so vinhos.

João de Carvalho disse...

Das três garrafas que já tive oportunidade de beber, o vinho mostrou-se sempre no nível da prova aqui apresentada.

É um vinho de perfil moderno, muito apetecível e que foge claramente a um perfil mais sóbrio e clássico, pelo que entendo que muita gente não lhe ache muita piada.

Mas gostava de saber porque foram todos os vinhos uma desilusão ? Que esperava encontrar nestes vinhos ?

rafa bernabe disse...

muitas felicidades Joao Pedro, a ti y tu magnifico copo de 3, por estar entre los 100 top wine.
Salud

rafa bernabe
bodegasbernabenavarro

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.