Copo de 3: Dona Maria Touriga Nacional/Petit Verdot 2011

28 janeiro 2015

Dona Maria Touriga Nacional/Petit Verdot 2011


É de visita obrigatória a Quinta de Dona Maria em Estremoz, onde reina uma atmosfera de puro classicismo, a modernidade apenas surge quando passamos as portas que nos levam à adega. A enologia está a cargo da Sandra Gonçalves, os seus vinhos são sérios, cheios de detalhe e com muito carácter. Em todas as gamas deste produtor encontramos elegância e frescura, um saber que se soube transportar da glória do passado para os vinhos mais recentes. Dessa mesma interpretação surge a gama Dona Maria (tinto, branco e rosé) com o apogeu a ser atingido no Dona Maria Reserva, complementam a oferta os vinhos da linha Amantis e os varietais de inspiração mais moderna, como por exemplo este  Touriga Nacional/Petit Verdot 2011.

As duas castas (Touriga Nacional e Petit Verdot) que na anterior colheita moravam sozinhas decidiram juntar-se, surge a versão dueto em 2011. Aroma intenso a combinar o melhor de cada casta, flores e fruto silvestre com algum vegetal/balsâmico num conjunto que combina ligeira austeridade de fundo com uma gulodice e opulência da fruta fresca. Amplo, denso e saboroso, equilibrado com a frescura a marcar pontos num final persistente e longo. 91 pts

3 comentários:

L. disse...

provei o PV, mas julgo que 2008 ou 9. e gostei.

Anónimo disse...

Visita obrigatória????

Porquê? Quem não visitar é comido pelo papão???

91 pontos??? Numa escala de quanto? 0-150???

Então o Júlio Bastos Alicante Bouschet tem quanto? 500???

João Pedro Carvalho disse...

Para além da beleza do espaço e da história que carrega, no que toca a vinho é um produtor emblemático.

Teve 91 pontos que equivalem a 16,5.

O Alicante Bouschet teve 96 pontos equivalente a 18,5.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.