Copo de 3: José Maria da Fonseca Garrafeira CO 1990

21 janeiro 2015

José Maria da Fonseca Garrafeira CO 1990

Foi em 1945 que a José Maria da Fonseca começou a lançar os seus famosos Garrafeira que ostentavam as enigmáticas siglas, P, DA, AE, CB, EV, MC, TE, RA ou CO. Hoje em dia essas marcas fazem parte do século passado, as siglas descodificadas: P Passarela (Dão), DA Dão Albuquerque (Dão - Casa da Insua), AE Alentejo Estremoz (actual Quinta Dona Maria), CB Cova da Beira, EV Engenheiro Vieira (Prof. Manuel Vieira), CO Clara de Ovo (Castelão de argilo-calcários), TE Tinto Especial (Quinta de Camarate) e RA Região Algeruz (Castelão de areias).

A prova deste Garrafeira CO 1990 permite entender o comportamento da casta Castelão quando bem trabalhada em solos argilo-cálcarios. Com um conjunto muito fino e equilibrado, a fruta perdeu peso embora continue fresca e envolta numa capa fina de geleia, apontamentos de charuto, couro, pimenta, tudo com muita  elegância. Notas terrosas, num bouquet bem característico da casta em modo adulto. Um vinho de puro prazer, frutado e macio no palato, saboroso sem massacrar e a pedir sempre mais um copo.Acompanhou com mestria um pernil de borrego no forno. 92 pts

Sem comentários:

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.