Copo de 3: Feiras de Vinhos - O antes e o agora...

01 outubro 2006

Feiras de Vinhos - O antes e o agora...


Como todo o enófilo sabe, esta é a altura mais esperada do ano para comprar vinhos e reforçar um pouco a garrafeira, é altura das Feiras de Vinhos das grandes superficies comerciais.

Não é preciso recuar muito no tempo para encontrar Feiras de Vinho dignas desse nome, recordo com saudade a do Pingo Doce com os seus Raros e Preciosos, da correria que se instalava para apanhar este ou aquele vinho que era lançado nessa feira(alguns nem paravam na prateleira), só de me lembrar que o Homenagem António Carqueijeiro 1999 custou 35€ nessa mesma feira...

Mas o que é bom não dura sempre, a pouco e pouco as feiras de vinho baixaram de qualidade, o Pingo Doce e o Feira Nova recuaram anos luz no que toca a vinhos de gama alta, o Carrefour está em forte concorrência aos dois nomes que já falei, sobram o Continente, o Jumbo e o El Corte Inglês, com maior nível de oferta e qualidade da mesma.

Se antes se visitava uma feira de vinhos para comprar vinhos que depois se tornam difíceis de arranjar, principalmente para quem mora no interior e não tem tanta oferta de outras regiões. Hoje em dia uma feira de vinhos serve simplesmente para se comprarem vinhos de gama média, média/alta que vão servir para um consumo do dia a dia... salvo alguns exemplares que podemos colocar na nossa garrafeira o resto é vinho de consumo a médio/curto prazo.

Curiosamente nas actuais feiras, junto as duas vertentes, compro vinhos que não consigo arranjar no Alentejo para consumir no dia a dia. Claro está que sempre de olho na qualidade e no preço pois o que não falta por aí são rótulos vendedores pelo seu nome e não pela sua qualidade, mas isto é outra história.

Um fenómeno que já faz parte destas Feiras são os vinhos fantasma, aqueles que vimos no catálogo, depois nas prateleiras é o que se sabe... lá vamos nós perguntar e podem acontecer duas situações:
Situação 1- Pergunta ao empregado da zona dos vinhos...
- Olhe tem Pêra Manca Branco ?
- Ummm deixe cá ver... não esse não temos, nem o tinto nem o branco.
- Mas o branco é que está no catálogo, e vão receber ?
- Olhe não sei, mas tem aí outros parecidos...
(sem comentários)

Situação 2 - Pingo Doce - última feira dos Raros e Preciosos
- Podia-me dizer se tem este vinho ?
- Esse vinho só mandaram uma caixa, o patrão mandou dizer que era dele, e que não era para meter nas prateleiras...
(Completamente de acordo)

E temos vinhos surpresa, que não são colocados no catálogo e quando temos no carrinho todos aqueles vinhos que iamos comprar, olhamos para o lado e vimos algo diferente, algo que foge ao que previamente tinha sido estudado em casa... rápidamente fazemos contas a ver se ainda dá para levar mais uma ou duas garrafas daquele vinho que parece valer mesmo a pena.

No meio disto tudo encontramos sempre aqueles vinhos Block-Busters, são vinhos que raramente se encontram na prateleira e são vendidos com limite de unidades por pessoa, duas das maiores loucuras que me lembro foi faz alguns anos o Herdade do Pinheiro 2001 (talvez o melhor até hoje), nunca vi mais do que uma garrafa nas prateleiras do Continente do Vasco da Gama, as pessoas faziam esperas às garrafas para comprarem o dito.

Em jeito de conclusão as actuais feiras já não são o que eram, mas mesmo assim ainda servem para se comprar um ou outro vinho bem cotado na crítica e que forçosamente não tem de ser caro.

Algumas sugestões de vinhos que vi pelas feiras numa fasquia que não tente ultrapassar os 10€ (salvo algumas raras excepções)

Verdes:
Deu la Deu Alvarinho 2005

Alentejo:
Pontual Syrah 2004
Pontual Touriga Nacional/Trincadeira 2004
Rapariga da Quinta 2004
Casa de Santa Vitória 2004
Paço do Conde Reserva 2003
Vinha do Mouro 2005
Couteiro-Mor Colheita Seleccionada 2004

Douro:
Vallado 2004
Quinta do Além Tanha Vinhas Velhas 2002
Sedna 2004
Evel Grande Escolha 2002
Quinta de Cidro Reserva Chardonnay 2004

Dão:
Status Grande Escolha 2004
Quinta dos Grilos 2004
Quinta de Saes Colheita Exclusiva 2005
Cor Dão 2004
Dão Álvaro de Castro 2004
Quinta da Garrida Touriga Nacional 2003

Setúbal:
Coop Pegões Colheita Seleccionada Branco 2005
Coop Pegões Colheita Seleccionada Tinto 2003
Coop Pegões Cabernet Sauvignon 2004
Ermelinda Freitas Touriga Nacional 2003

Bairrada/Beiras:
Quinta das Baceladas 2003
Versus 2004
Quinta do Encontro 2003 Baga/Merlot
Quinta de Baixo Grande Escolha 2004 Touriga Nacional/Baga

Moscatel Bacalhoa 1997

15 comentários:

caloiro30 disse...

Comprei este sábado, uma caixa do Risco do António Saramago, um vinho Regional Terras do Sado.
Comprei Hero do Castanheiro, Adega de Pegões colheita seleccionada branco e o Tapada do Barão tinto.
Falta-me comprar mais uns quantos vinhos para concluir as feiras dos vinhos deste ano.

a-douro-te disse...

E o Leclerc?
Aqui em Famalicão tem ambos os Pêra Manca! (14€ e qualquer coisa o branco, 90€ o tinto 2001) Não há muito, mas tem alguma coisa, já lá passei 2 ou 3 vezes e o stock pareceu-me igual. Tem também o Batuta 2003 (!!!) a 80 ou 90€, o QMD rsva 2001 a 30€, Qta. Bacalhoa (03?) a 12€, esses foram naturalmente os que saltaram ao olho.
No Jumbo tem o Quinta de La Rosa rsva 2004 a 20€ (já provei, está uma verdadeira compota, vamos ver daqui a uns tempos), também tem os Pêra Manca (br 04 e tinto 01), o António Maria a uns assustadores 59€..., Q. das Tecedeiras 03 a 20€, Vallado tinto 04 (9€, creio), Evel G. Escolha 03 a 14€, enfim, não são estantes cheias de negócios da china, nem de novidades, há ainda muito vinho parado, mas dá para levar para casa vinho interessante a preço razoável.

Lembro-me de ler a crítica na R.V. ao Q. Baceladas 2001 e de andar meses à procura, quando finalmente apareceu - quase 1 ano após a prova da revista, já não me pareceu que estivesse com a mesma pujança que gabaram na prova; agora até já anda por aí o 2003!; já só falta despacharem 80% do stock de vinho que por lá anda a passar largamente a idade ideal de consumo, paciência, vamos concentrando a atenção nos restantes 20%!

Debaixo daquelas luzes intensas, os Ferraris (Batuta, Pêra Manca tinto) nem precisam de guarda para os bebermos como estariam daqui a uns 5 anos de guarda... Mais paciência, é melhor assim do que meterem a garrafeira nas prateleiras dos queijos ou, pior ainda, dos congelados...

Copo de 3 disse...

Caro a-douro-te

Na minha zona de residência não tenho Leclerc pelo que não podia ter dado informação sobre o mesmo, o mesmo se passa com o Jumbo que também não se econtra presente aqui por perto.

Dos vinhos que mencionou destaco o La Rosa 2004 Reserva que provei em amostra num belíssimo jantar na York House, pela altura do Dão e Douro, mostrou-se na altura e mostra-se uma bela compota com estagio em madeira, como será que se encontra neste momento ?

Outro detalhe interessant que foca , são as luzes intensas que apontam para os vinhos, mas esse mal não é só dos Hipers mas também de algumas garrafeiras (o que não se entende), por isto mesmo eu só compro as garrafas do fundo da prateleira pois são as que estão mais resguardadas.

Cumprimentos

Rui Knopfli disse...

Só para citar , ROLAND BETSCH:

"No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho espelha-se a vida."

Chapim disse...

Caro copo o dinheiro não anda famoso mas mesmo assim consegui comprar uns belos exemplares pelas feiras de vinho que por aí andam.

Todos abaixo dos 10 euros.. e foram eles:
Qt Crasto 2004
Meandro 2004
Versus 2004
Versus Síria 2005
Qt de Porrais Br 2005
Casa da Carvalha Dão 2005
Rapariga da Quinta 2004
Qt das Baceladas 2003
Qt da Garrida Touriga Nacional Reserva 2003

Vamos ver se agora este mês dá para alcançar mais alguns...

Boas provas

Copo de 3 disse...

Caro Chapim o Reserva da Quinta da Garrida encontra-se onde... eu só vi o Touriga Nacional 2003 no Continente.

Chapim disse...

caro copod3
eu comprei a minha garrafita no corte ingles, mas pelo que percebi é meramente uma estratégia de marketing. Pelo que me disseram no corte inglês, o touriga nacional reserva que adquiri é o correspondente ao touriga nacional de 2001 só que para este ano alteraram o nome. Puseram o nome reserva. O preço não se alterou tendo custado cerca de 8,5 euros penso eu.

Copo de 3 disse...

Agradeço a resposta.
Parece que vou ter de reforçar a presença dos Tourigas da Garrida, desta vez com o 2003 :)

Chapim disse...

E para mim são uns belos tourigas...

paulo espirito santo disse...

Hoje aconteceu-me esta no Continente de Matosinhos:

Tem este vinho? não o encontro!

Esse nem veio, sabe que há vinhos no catálogo que são só para chamar os clientes...
oops...

Copo de 3 disse...

Ou curiosamente esgotam antes de a feira começar...

paulo espirito santo disse...

A caixita que estava para ser vendida ... foi abafada pelo responsável do sector .....hi hi ...típico ....
Venha,! venha,! venha,! cliente, é muito barato mas não é artigo roubado foi apenas de uma fabrica que ardeu, ainda pode ver ... está um pouco queimado na ponta !!!!!

Pedro Sousa(P.T.) disse...

Caro copo d3, Já agora diogo as minhas compras. Alento, Rapariga da Quinta, Tinto da Talha colheita seleccionada 2004, Quinta da Garrida 2003, Castelo d´Alba reserva 2003, caves Vale do Rodo, uma reserva 2004, e um tinto de 2005, que não gostei, principalmente depois de ter consumido com alguma frequencia o Vale do Rodo 2000, um tinta roriz magnífico. E finalmente uma surpresa agradável, um Bairrada reserva feito esxclisivo para o Continente, portanto baratucho, e que achei o máximo. Gostei do comentário as feiras... muito lúcido.

Anónimo disse...

Boa Feira de Vinhos a do Jumbo, aproveitem para rechear a vossa Garrafeira.

___________________
Pedro Rafael Barata

http://osvinhos.blogspot.com

Copo de 3 disse...

É realmente uma boa feira de vinhos, a destacar os Colheita Seleccionada da Coop de Pegões Branco a menos de 3€ e tinto a menos de 7€.

Em destaque outros grandes vinhos, o que faz valer a pena uma visita ao Jumbo.

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.