Copo de 3: Encostas de Estremoz Touriga Nacional 2004

21 janeiro 2008

Encostas de Estremoz Touriga Nacional 2004

Os vinhos “Encostas de Estremoz” são um projecto encabeçado por José Castro Duarte e sua mulher, com apoio do seu grande amigo e enólogo Miguel Reis Catarino, projecto este, que nasceu na Quinta da Esperança em Estremoz, onde as novas tecnologias de Viticultura são adaptadas à realidade portuguesa.
As principais castas são que se podem encontrar são: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Aragonês, Trincadeira e Alicante Bouschet, sendo que 6ha são de uva branca.

Encostas de Estremoz Touriga Nacional 2004
Castas: 100% Touriga Nacional - Estágio: 210 dias em barris novos de Carvalho Americano e Allier - 14,5% Vol.

Tonalidade ruby escuro de média/alta concentração
Nariz num perfil que segue as mesmas bases da casa, a fruta de boa qualidade apresenta-se bem casada com a madeira dando boas notas de baunilha e ligeiro torrado de segundo plano. Aqui a casta mostra-se algo presa, sem se querer mostrar muito, uma Touriga mais no plano maduro do que propriamente fresca e floral. Por isso temos um vinho em plano de fruta madura (ameixa, cereja e morango) com a compota a marcar assídua presença, complementadas por umas notas de violetas algo sumida em companhia de chá preto. Sem cair nos excessos a verdade é que também não desmaia durante a prova, mostrando-se integro e correcto.
Boca com entrada frutada, compota e especiaria fazem companhia juntamente com leve chocolate preto. Algum vegetal seco contribui para o conjunto que sem ter a complexidade e espacialidade de outros tempos consegue proporcionar uma passagem de boca dentro do equilíbrio. Uma ligeira austeridade é compensada de imediato pelo restante conjunto não deixando o vinho perder o tom, com final de boca de média persistência.

É sem dúvida o mais bem conseguido varietal deste produtor, ficando longe da performance do saudoso Touriga Nacional 2001 que já foi alvo de prova pelo Copo de 3. Um Touriga Nacional que sem ser barato, ronda os 9€, dá uma prova acima da média.
15,5

5 comentários:

Pedro Sousa P.T. disse...

Este Touriga, e o Alicante Bouschet, foram eleitos pelo Aníbal Coutinho, como umas das melhores escolhas de vinhos Alentejanos para o ano de 2007. Pelo menos assim diz o seu guia. E com uma pontuação de 86 de 0 a 100. Ainda não provei nenhum, mas provei um eleito por ele também desta casa, o Encostas de Estremoz Quinta da Esperança, galarduado com um 86 também. Sinceramente gostei deste vinho, e achei o 86, uma nota justa dada pelo Aníbal Coutinho, quanto aos outros, estou à espera de os encontrar, para ter um "confronto" com eles.
Abraço.

Copo de 3 disse...

Os vinhos foram provados durante o ano de 2006, o que equivale a um ano antes quando da prova destes aqui colocados.

O vinho evolui e o normal é os vinhos em causa com apenas um ano terem mudado os seus detalhes.

Algo que não entendo é a escala utilizada que dá 86 pontos, numa escala de 0 a 100 será qualquer coisa como 17,2 o que sinceramente não corresponde minimamente ao enquadramento qualitativo dos vinhos aqui em causa.
Atenção, digo isto tendo em causa a minha prova.

Pedro Sousa P.T. disse...

Realmente tens toda a razão quanto a esta questão da escala, é um tanto ao quanto descabida...

Anónimo disse...

queria aproveitar para avisar que este vinho se encontra à venda no modelo por 6.20€ com 25% de desconto em cartão modelo. Ou seja, fica a 4.85€ a garrafa. Por este preço penso que se trata de uma boa escolha para ser bebido ainda este ano.

Um abr
NF

Anónimo disse...

Bebi ontem o vinho comprado no Modelo a 4.85€ e revelou-se uma excelente compra (não só pelo preço mas tb pelo conteúdo da garrafa).

Obrigado pela chamada de atenção a este vinho.

Um abr
Nf

 
Powered By Blogger Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 2.5 Portugal License.